Sped contabil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1901 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO

O principal objetivo desta pesquisa é apresentar e desmistificar aos novos contadores o programa SPED Contábil, demonstrar os principais benefícios e as dificuldades do programa. A pesquisa foi realizada através de livros e revistas do setor, consulta ao decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007, que sancionou e pôs em pratica o programa, site e blogs especializados. Pesquisas quelevou a enxergar só melhorias aqueles que defendem o fim das sonegações e fraudes que atingem o país aos longos dos anos, em sistema que fecha todas as brechas deixadas pelo governo e sua falta de estrutura nas fiscalizações fiscais, liberando o profissional e comprar seus dados, arquivos e confronta rapidamente sem faltar papel que muitas vezes paralisam os processos. Diante da evolução tecnológicaconstante e do aumento no volume de operações pelas maiores empresas, a fiscalização foi obrigada a se modernizar tecnologicamente, a falta de padronização das informações apresentadas dificultava a linguagem geral, mas com o SPED ele atenderá a qualquer linguagem, facilitando a reunião de informações em um único banco de dados, possibilitando a diminuição das quantidades de obrigações a serentregues pelos contribuintes e cruzando os dados padronizados e uniformes, sem falar no tempo e recursos que vão economizar enviando apenas uma declaração.

Palavras-Chave: SPED Contábil, Escrituração Contábil Digital.




























sumário
INTRODUÇÃO 3
1. SPED CONTÁBIL 4
2. IMPLANTAÇÃO 4
2.1 NORMAS DE OBRIGATORIEDADE À ECD 5
2.3 EMPRESAS PILOTO NAIMPLANTAÇÃO DO SPED 5
3. RELACIONAMENTO CONTRIBUINTE E FISCO 6
4. SUBSTITUIÇÃO DOS LIVROS CONTÁBEIS (PAPEL) – ABRANGÊNCIA 7
4.1 FORMAS DE ESCRITURAÇÃO DO LIVRO DIGITAL (ECD) 7
4.2 SEGURANÇA E SIGILO DA ECD 9
5. CONCLUSÃO 10
6. REFERÊNCIAS 11
Bibliografia 11







INTRODUÇÃO



Com o crescimento da economia nacional, um projeto arrojado e revolucionário foi proposto pela ReceitaFederal do Brasil, Estabelecido em 2007, o projeto do SPED (Sistema Público de Escrituração Digital), tem seu foco na informatização da relação entre o fisco e os contribuintes, com esse projeto o Brasil foi colocado na ponta da lista de países que utilizam a tecnologia aplicada a obrigações fiscais e processos empresariais contábeis e fiscais a âmbitos governamentais.

Simplificando, o projetoSPED encurtou o tempo gasto com validações fiscais, escrituração e conferência de documentos, garantindo processos empresariais em tempo real, transparentes e com alto grau de acerto, Particularmente na parte área contábil a definição prática é a substituição da escrituração em papel pela Escrituração Contábil Digital – ECD.


































1.SPED CONTÁBIL



É a substituição da escrituração em papel pela Escrituração Contábil Digital - ECD, também chamada de SPED Contábil. Trata-se da obrigação de transmitir em versão digital os seguintes livros: I - livro Diário e seus auxiliares se houver; II - livro Razão e seus auxiliares se houver; III - livro Balancetes Diários Balanços e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentosneles transcritos.

Segundo a Instrução Normativa RFB nº 787 de 19 de novembro de 2007, estão obrigadas a adotar a ECD em relação aos fatos contábeis ocorridos a partir de 1º de janeiro de 2008, as sociedades empresárias sujeitas a acompanhamento econômico-tributário diferenciado, nos termos da Portaria RFB nº 11.211, de 7 de novembro de 2007 e sujeitas à tributação do Imposto de Renda com base noLucro Real; (Redação dada pela Instrução Normativa RFB nº 926, de 11 de março de 2009) em relação aos fatos contábeis desde 1º de janeiro de 2009, as demais sociedades empresárias sujeitas à tributação do Imposto de Renda com base no Lucro Real. (Redação dada pela Instrução Normativa RFB nº 926, de 11 de março de 2009).

Para as demais sociedades empresárias a ECD é facultativa.

As...
tracking img