Solange

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3468 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
















































































1. CARACTERIZAÇÃO SÓCIo INSTITUCIONAL



Contextualização Histórica

A Secretaria da Saúde e Ação Social de Sobral, é um órgão da administração direta da Prefeitura Municipalde Sobral. Gerencia o Sistema Único de Saúde (SUS). 
Tem como missão desenvolver ações de saúde e assistência social que promova qualidade de vida da população sobralense. 

A garantia do direito à saúde e ao acesso aos serviços é hoje um dos maiores desafios do Sistema Único de Saúde.
O Pacto pela Saúde do Ministério da Saúde define a regionalização como um dosprincipais eixos estruturantes, tendo como objetivo a garantia do acesso, a integralidade da atenção,  promoção da equidade, a qualificação do  processo de descentralização e a racionalização de gastos e otimização de recursos.
Nesse contexto, a Secretaria da Saúde e Ação Social de Sobral vem ao longo desta gestão estruturando  rede de serviços assistenciais de forma a garantir à populaçãosobralense a assistência  integral com uma rede municipal formada por 55 Unidades de Saúde Públicas, 03 Unidades Filantropicas e 45 Unidades Conveniadas/contratadas de forma complementar.

• PROGRAMAS E PROJETOS
➢ PMAQ
➢ TREVO DE QUATRO FOLHAS
➢ PROESF
➢ FLÔR DO MANDACARU


• REDE DE SERVIÇOS


➢ CAPS GERAL


➢ CAPS AD➢ NASF


➢ CAF


➢ CRFS


➢ CEO


➢ CEREST


➢ COAS


➢ MANUTENÇÃO


➢ TRANSPORTES


➢ VIGILÂNCIA SANITÁRIA


➢ ALMOXARIFADO


➢ CENTRAL DE REGULAÇÃO


➢ VIGILÂNCIA AMBIENTAL


➢ ZOONOSES


➢ VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA


➢ ESCOLA DE SAUDE


➢ SAMU


O Sistema Únicode Saúde - SUS (Princípios Norteadores) foi criado pela Constituição Federal de 1988 e regulamentado pelas Leis n.º 8080/90 (Lei Orgânica da Saúde) e nº 8.142/90, com a finalidade de alterar a situação de desigualdade na assistência à Saúde da população, tornando obrigatório o atendimento público a qualquer cidadão, sendo proibidas cobranças de dinheiro sob qualquer pretexto.

Nocontexto de mudanças políticas e administrativas no Município de Sobral, que tem seu marco em 1997, nasce uma reforma sanitária implicada na transformação do modelo de gestão que deixou de ser centrado apenas na doença e na burocracia, para buscar pressupostos da promoção da saúde, através de praticas democráticas. Este novo modelo de gestão vem se consolidando ao longo dos últimos 15 anos comsignificativos impactos na vida da comunidade local. No qual o comprometimento de gestores e trabalhadores da Secretaria da Saúde e Ação Social de Sobral, deve assumir os princípios do Sistema Único de Saúde – SUS.
O Sistema de Saúde Escola de Sobral, articula-se em quatro eixos: Jurídico Institucional, Ético Pedagógico, Político e Integração Gestão, Atenção, Ensino e Pesquisa, as quaisnorteiam a educação permanente dos profissionais do setor saúde e que ocorrem em diferentes espaços do sistema, transformando toda a rede de serviços de saúde existente no município em espaços de educação contextualizada e de desenvolvimento profissional.
Segundo, Martins Júnior et. al Sistema Saúde Escola de Sobral opera com a categoria aqui denominada de vivencias de aprendizagem.(BUBER, 1979).
Nestas vivencias de aprendizagem a totalidade dos atores e das experiências produzidas no SUS de Sobral, em particular na atenção básica a partir da Estratégia Saúde da Família, são reconhecidas como qualificadoras de novos saberes, praticas e competências, avançando na perspectiva de ser um sistema aprendente. (DIAS et al. 2007).
O Sistema Aprendente...
tracking img