Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8189 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Conforme análise do grupo referente as duas declarações propostas neste trabalho, identificamos, de maneira cada vez mais presente, o quanto o ser humano vem buscando garantir o direito à vida digna, interpelando a si próprio e o meio em que vive, em busca de promover e assegurar esse direito, tendo em vista o determinismo peculiar de cada época.
Percebemos, na análise realizada na Declaraçãodos Direitos do Bom Povo de Virgínia - 1776, que precedeu a Declaração de Independência dos Estados Unidos da América (o que formalizou o rompimento das treze colônias com a Inglaterra), a proclamação, principalmente, dos direitos de liberdade e participação política, o que se dava de maior relevância, visto que os Estados Unidos da época era colônia inglesa e, inspirados pelo Iluminismo, movimentoesse que
“disseminou a crença de que a razão, a ciência e a tecnologia tinham condições de impulsionar o trem da história numa marcha contínua em direção a verdade e ao progresso humano.” (Cotrim, 2006:155).
o que elucidaremos, de forma resumida, apontando dois itens da referida declaração:
I – Que todos os homens são, por natureza, igualmente livres e independentes, e têm certos direitosinatos, dos quais quando entram em estado de sociedade, não podem por qualquer acordo privar ou despojar seus pôsteres e que são: o gozo da vida, e da liberdade com os meios de adquirir e de possuir a propriedade em busca e obter felicidade e segurança.
XVI – Que a religião ou os deveres que temos para com o nosso Criador, e a maneira de cumpri-los, somente podem reger-se pela razão e pelaconvicção, não pela força ou pela violência; consequentemente, todos os homens tem igual direito ao livre exercício de religião (...).
Tomando agora como referência a Declaração Universal dos Direitos Humanos, documento redigido em 10 de dezembro de 1948, onde o mundo passava por imensas transformações advindas do traumático e inenarrável pós II guerra (que definimos como um conjunto de atrocidadescometidas contra a dignidade humana), e toda a nova tecnologia (principalmente a informática), formulada para atender as necessidades da guerra e, mais tarde, revertida como importante instrumento há ser utilizado para o progresso e qualidade de vida humana; onde viu-se necessária a formulação desse documento que, apesar de não representar uma obrigatoriedade legal, mas sim forte instrumento de pressãodiplomática e moral, além de servir como base para outros dois tratados sobre direitos humanos da ONU – O Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos, e o Pacto Internacional sobre os Direitos Econômicos, Sociais e Culturais; três instrumentos que compõe a Carta Internacional dos Direitos Humanos, documento este sim, com valor legal.
Observamos desta vez, além dos diretos de liberdade, apromoção dos direitos de igualdade e fraternidade, o que entendemos ilustrar de maneira bastante significativa, através dos trechos extraídos da declaração, que se seguem:
[...] Considerando essencial promover o desenvolvimento de relações amistosas entre as nações, considerando que os povos das Nações Unidas reafirmaram, na Carta, sua fé nos direitos humanos fundamentais, na dignidade e no valor dapessoa humana e na igualdade de direitos dos homens e mulheres, e que decidiram promover o progresso social e melhores condições de vida em uma liberdade mais ampla[...]; Artigo I – Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.
Pudemos notar que, apesar das duas declaraçõesserem proclamadas em épocas distintas, mas complementadas entre fatos sociais relevantes e consequentes, o quanto o ser humano, entendendo seu papel social, tenta alavancar o progresso humano, no sentido do entendimento, promoção e cumprimento dos direitos de liberdade e dignidade humana, hora exercidos em pleno gozo, hora brutalmente esquecidos e marginalizados pela própria sociedade,...
tracking img