Sociolinguistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1387 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Anotações do texto: A relevância dos processos de pidginização e crioulização na formação da língua portuguesa no Brasil.
Divisão do texto – e interessante para dividir o trabalho.
* Contato entre línguas e sua contribuição para a formação do português do Brasil.
* Retomada do debate: crioulização prévia do português do Brasil?
* Conceitos dos estudos criolísticos.
* Parâmetrossociolinguísticos e estruturais para fundamentar uma visão da ‘crioulização como possível processo variável de transmissão irregular de língua’.
* Aspectos da formação sócio-histórica do Brasil = processo polarizado com a interação de uma norma culta e uma vernácula. Para exemplificar, os autores utilizam o dialeto afro-brasileiro de Helvécia, que apresenta vestígios do processo de transmissãolinguística irregular e que caracteriza a construção das vertentes populares da língua falada no Brasil.

Sobre línguas pidgins e crioulas:

* Qual a o cenário dos pidgins e crioulos na América (aspectos social, econômicos) e qual o seu reflexo?
* Ilusão da ideia de transplante de cultura europeia para o Novo Mundo.
* O que teria motivado o resgate da história e processo de contatoentre as línguas no Brasil?

Objetivo central do texto: Mostrar a importância do processo de contato entre línguas em território brasileiro. E uma ‘adequada’ caracterização da linguística brasileira, ressaltando os aspectos deixados de lado. Como isso pode ser feito?

* Comunidades isoladas e favorecimento conservação de traços do que pode ter ocorrido no passado. Objeto de análise dessespossíveis traços: Helvécia- BA.

O que será observado na Comunidade:

* Aspectos gramaticais do dialeto X os aspectos de formação das línguas crioulas.

Línguas Crioulas no BR:

* O estudo do contato entre línguas em território BR é uma preocupação dos que desejam caracterizar uma sócio-história brasileira. Movimento de afirmação da ‘Língua Brasileira’.
* Qual seria a distinçãodo PE e PB?
* Qual o posicionamento da corrente linguística tradicional?
* Advento da Sociolinguística e retomada do debate de formação do PB.
* Ponto de partida dos estudos: PPB e PP.

Características do PPB = Línguas Crioulas:

* Plural do SN;
* Configuração do quadro de flexão verbal e
* Forma de negação.
Hipóteses do debate de formação do PB:
1) PB é resultadoapenas de mudanças internas = deriva portuguesa.
2) Influência do crioulo falado por africanos em território brasileiro na formação do PPB.
Defesa da hipótese da crioulização prévia. Guy e Holm postulam tal hipótese amparados em fatores (dados) sócio-históricos:
* Quantidade de escravos trazidos para o BR em comparação ao restante da América
* Abolição tardia.
* Concentraçãodemográfica afro-brasileira. Em algum momento chega a superar a quantidade de europeus.
* Localização da grande parte da população BR no Período Colonial.

Guy (1989) propõe haver uma semelhança entre a formação do PB e outras línguas em semelhante contexto sócio-históricos ao BR: Jamaica (crioulo inglês), Haiti (crioulo francês) e Curaçao (crioulo espanhol).

Ponto fraco da hipótese dacrioulização prévia: falta de registro/informação.

Hipótese tradicional admite o ter havido o crioulo: mas alegam que por pouco tempo e assim, não teria tido força para influencia o PB.

Estabelecimento de línguas crioulas em outros territórios de contexto semelhante ao br: exemplos.

O conceito de língua crioula:

* Definição: combinação de dois parâmetros:
1) Parâmetro sócio-históricos:contexto sócio-político, que considera o conjunto de relações sociais, econômicas que a língua emergiu.
2) Parâmetro estrutural ou linguístico: semelhanças na estrutura das línguas que se formaram nessa situação excepcional.

Características sociolinguísticas:

Língua crioula nasce na seguinte situação/contexto:
* Aquisição irregular/imperfeito/incompleta: Como ocorre?
Aquisição...
tracking img