Sociedade, cultura, direito e estado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1502 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TECNÓLOGO EM GESTÃO COMERCIAL
DISCIPLINA: DIREITO EMPRESARIAL
PROFESSORA: Karla
ALUNO: Adauri Santos Nogueira Mat.: 9093

Sociedade, Cultura, Direito e Estado


Resumo


Introdução:

Durante muitos anos e até os dias atuais, vemos uma “queda de braços” entre a ciência e a religião, no que conhecemos como criação x evolução. Por um lado a ciência defende a tese de que,somos resultado da evolução de uma espécie conhecida como primatas. Volta e meia apresenta fósseis, descobertas arqueológicas e até ressalta as semelhanças físicas e de convivência social existente entre nós e os primatas para embasamento de tal tese. Por outro lado, a religião procura apresentar dados e fatos históricos além de descobertas arqueológicas, na tentativa de provar que o homem nada maisé que, uma criação resultante da vontade de um ser superior chamado Deus. Fato é que, até o momento nenhuma dessas duas ciências puderam definitivamente provar a verdadeira origem da raça humana. Se olharmos por estes dois prismas, veremos que existem sim, várias semelhanças entre os homens e os animais, mas não somente restrito a uma determinada espécie, mas a várias outras como a águia (visão),o urso (força), o leão (garra) e porque não dizer os macacos (semelhanças físicas), mas vemos também um individuo movido muitas vezes por uma força que podemos classificar como sendo sobrenatural, então se pode entender que, mesmo de uma maneira subjetiva, ambas estão fundamentadas, naquilo que para elas existe de mais forte na relação criação x evolução.


Na prática, como indivíduossociáveis que somos em nosso dia-a-dia o que observamos é uma busca constante pela evolução, quer seja como indivíduo ou como sociedade, o que não nos torna tão diferentes de outros animais que também possuem estas mesmas características, mas o que de fato nos diferencia de tudo e de todos os outros animais é a complexidade e a capacidade de criar, de olhar para o futuro, sua memória, além de outrascaracterísticas conferidas somente aos seres humanos. Ao pensarmos no homem e sua natureza humana, nos perguntamos se existiria realmente alguma semelhança entre os povos de diferentes raças, se haveria realmente algo típico ao homem, observamos algumas condutas que são únicas em todas as raças e povos, como: alimentam-se, por caças ou cultivo; unem-se em família, cuida de sua prole, por mais tempodo que qualquer outra espécie na terra.





Cultura e Sociedade

Uma das características do homem e de sua natureza humana são a diversidade de povos, cada qual, com suas crenças, doutrinas e culturas próprias, cultivadas ao longo do tempo, muitas vezes, passando de geração a geração e em sua maioria ressaltando a necessidade do indivíduo estar inserido em um contexto social maisabrangente e participativo, até mesmo como forma de se manter viva a cultura de seu povo. A sociologia e a psicologia principalmente, ciências que estudam a natureza humana e sua psique, defendem piamente que o homem enquanto indivíduo, não foi “feito” para viver isoladamente, mas sim em sociedade, não importando, se de maneira pacífica ou conflituosa. O ser humano é o criador de sua cultura eresponsável por mantê-la e consequentemente a preservação de sua memória o que determinará a estrutura e a forma de sua existência no espaço e no tempo.


Direito e Estado

À medida que a sociedade vai se tornando cada vez mais complexa, se desenvolvendo cada vez mais, nas suas formas de comércio, na relação entre os indivíduos e na defesa de interesses individuais e coletivos,observa-se certa decadência de sua cultura, comprometendo o consenso e por vezes a boa convivência. Constatada a incapacidade de se adaptar às mudanças dos tempos, então se torna necessária a criação de uma “força controladora” por meio de indivíduos movidos pela necessidade de ordenar as relações entre as pessoas que, de alguma maneira se relaciona em meio a uma sociedade. NIETZSCHE (2001, p. 48)...
tracking img