Slides/fisio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5126 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O COMPARTILHAR ESPAÇO/TEMPO ENTRE PESSOAS DOENTES HOSPITALIZADAS1
Roseney Bellato2
Emília Campos de Carvalho3
Através de uma abordagem compreensiva e tendo por base teórica os estudos de Michel Maffesoli, buscamos compreender a dimensão do compartilhar entre as pessoas doentes durante a hospitalização. Através de entrevistas e observações, pudemos apreender que a despeito de toda anormatização da hospitalização, as pessoas tecem uma teia relacional constituindo uma "comunidade de destino" dentro do hospital.
DESCRITORES: enfermagem, hospitalização, atividades cotidianas
SPACE/TIME SHARING AMONG HOSPITALIZED ILL PEOPLE
By means of a comprehensive approach and based on the theoretical framework stemming from the studies of Michel Maffesoli, we attempted to understand the sharingdimension existing among ill people during hospitalization. Through interviews and observation, we were able to apprehend that, in spite of all the standardization of hospitalization, people weave a relational web and engender a "destination community" within the hospital.
DESCRIPTORS: nursing, hospitalization, daily activities
EL COMPARTIR ESPACIO/TIEMPO ENTRE LAS PERSONAS ENFERMAS HOSPITALIZADASPor medio de un abordaje comprensivo y teniendo como base teórica los estudios de Michel Maffesoli, buscamos comprender la dimensión del compartir entre personas enfermas durante la hospitalización. A través de entrevistas y observaciones pudimos aprehender que a pesar de toda la normatividad de la hospitalización las personas tejen una tela relacional constituyendo una "comunidad de destino" dentrodel Hospital.
DESCRIPTORES: enfermería, hospitalización, actividades cotidianas

O CAMINHO TRACEJADO EM DIREÇÃO AO COMPARTILHAR
Este estudo é parte de outro maior, constituído por uma tese de doutorado, e foi realizado com base em dados colhidos junto a sete pessoas doentes, hospitalizadas na clínica médica de um hospital universitário da região centro-oeste do Brasil. Nele procuramoscompreender o significado da vivência da hospitalização para essas pessoas. Após obtermos o consentimento da Comissão de Ética da instituição, para que pudéssemos realizá-lo, empreendemos o trabalho de campo, empregando a entrevista e a observação como estratégias para coleta dos dados.
Por meio de uma abordagem compreensiva, respaldada, principalmente, por estudiosos franceses, tais como MichelMaffesoli, Gaston Bachelard, Louis-Vincent Thomas, Edgar Morin, entre outros, e empregando a noção de Forma, trazida por Georg Simmel, pudemos ordenar os dados obtidos em grandes configurações que se apresentaram como o espaço, o tempo, a morte e o quotidiano, possibilitando-nos compreender parte do vivenciar a hospitalização pela pessoa doente.
Nessa busca pela compreensão, o compartilharemergiu como um "resíduo", mostrando que, mesmo em espaços aparentemente mais áridos, onde o que se tem para oferecer é, não raro, o sofrimento e a dor, também a afetividade, a empatia, a compaixão, o gostar e não-gostar fazem-se presentes e preenchem os interstícios do mundo do Hospital.
Se, a princípio, parecia-nos que a vivência da hospitalização seguia uma lógica mecânica, pautando-seapenas na divisão de um mesmo e exíguo espaço com outras pessoas estranhas, outra foi, no entanto, a face que nos foi apresentada nas narrativas e observações das situações vividas pela pessoa doente hospitalizada. Essa apresentação, porém, não se deu de maneira clara, direta, pensada. Ela foi se revelando por meio de pequenas atitudes, gestos, meias palavras, dispersos nas narrativas e nas muitassituações observadas no dia-a-dia da hospitalização.
Foi necessário que compreendêssemos, também, que o compartilhar, seja espaço, tempo, afeto, é sempre conflitual, pois ele não acontece numa dimensão regida apenas pelo racional, pelo lógico, pelo previsto. Abarcando outros valores, o compartilhar segue um trajeto em pontilhado, cujo traçado se faz no próprio espaço/tempo da partilha. Para...
tracking img