Sistemas distribuidos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5803 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
hnmtIntrodução a Banco de Dados - PostgreSQL

O primeiro Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) comercial surgiu no final de 1960 com base nos primitivos sistemas de arquivos disponíveis na época, os quais não controlavam o acesso concorrente por vários usuários ou processos. Os SGBDs evoluíram desses sistemas de arquivos de armazenamento em disco, criando novas estruturas de dadoscom o objetivo de armazenar informações. Com o tempo, os SGBD’s passaram a utilizar diferentes formas de representação, ou modelos de dados, para descrever a estrutura das informações contidas em seus bancos de dados. Atualmente, os seguintes modelos de dados são normalmente utilizados pelos SGBD’s: modelo hierárquico, modelo em redes, modelo relacional (amplamente usado) e o modelo orientado aobjetos.

Definição Geral
Base de Dados: Coleção de dados relacionados;
Dados: Valor de um campo armazenado, matéria-prima para obtenção de informação;
Informação: Dados compilados e processados de acordo com solicitação de consultas e análises

[pic]






Manipulação de Dados



Criar Tabela
Comando: CREATE TABLE
Descrição: define uma nova tabela
CREATETABLE tabela (
campo1 integer,
campo2 text
);

Excluindo Tabela
DROP TABLE nome_tabela;

Valor Default (padrão) Para Campos
Ao definir um valor default para um campo, ao ser cadastrado o registro e este campo não for informado, o valor default é assumido. Caso não seja declarado explicitamente um valor default, o valor nulo (NULL) será o valor default.
CREATE TABLE produtos(
produto_no integer,
descricao text,
preco numeric DEFAULT 9.99
);

Constraints (Restrições)
CHECK
Ao criar uma tabela podemos prever que o banco exija que o valor de um campo satisfaça uma expressão
CREATE TABLE produtos (
produto_no integer,
descricao text,
preco numeric CHECK (preco > 0)
);

Dando nome à restrição check. Isso ajuda a tornarmais amigáveis as mensagens de erro e a poder referenciar de uma consulta.
CREATE TABLE produtos (
produto_no integer,
descricao text,
preco numeric
);

CREATE TABLE produtos (
produto_no integer,
descricao text,
desconto numeric,
preco numeric
);
Constraint NOT NULL
Obrigar o preenchimento de um campo. Ideal para campos importantes que nãodevem ficar sem preenchimento. Mas devemos ter em mente que até um espaço em branco atende a esta restrição.
CREATE TABLE produtos (
cod_prod integer NOT NULL CHECK (cod_prod > 0),
nome text NOT NULL,
preco numeric NOT NULL
);

Chave primária: Primary key

É uma coluna ou um conjunto de colunas que identificam univocamente a cada fila. Deve ser única, não nula eobrigatória. Como máximo, podemos definir uma chave primária por tabela.
Esta chave pode ser referenciada por uma coluna ou colunas. Quando se cria uma chave primária, automaticamente se cria um índice que facilita o acesso à tabela.

CREATE TABLE produtos (
cod_prod integer PRIMARY KEY,
nome text,
preco numeric
);

CREATE TABLE exemplo (
a integer,
b integer,c integer,
PRIMARY KEY (a, c)
);

Chaves alheias: Foreign Key:

Está formada por uma ou várias colunas que estão associadas a uma chave primária de outra ou da mesma tabela. Pode-se definir tantas chaves alheias quantas se necessite, e podem estar ou não na mesma tabela que a chave primária. O valor da coluna ou colunas que são chaves alheias deve ser: NULL ou igual a um valor da chavereferenciada (regra de integridade referencial).

CREATE TABLE produtos (
cod_prod integer PRIMARY KEY,
nome text,
preco numeric
);

CREATE TABLE pedidos (
cod_pedido integer PRIMARY KEY,
cod_prod integer,
quantidade integer,
CONSTRAINT pedidos_fk FOREIGN KEY (cod_prod) REFERENCES produtos (cod_prod)
);

CREATE TABLE t1 (
a...
tracking img