Sistemas de arquivos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2615 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EXT3
O Ext3 (Third Extended file system) é um sistema de arquivos desenvolvido por Stephen C. Tweedie para o Linux, que acrescenta alguns recursos ao Ext2, dos quais o mais visível é o journaling. O EXT3 é atualmente o sistema de arquivos mais utilizado no mundo Linux. Usado por padrão pela grande maioria das distribuições.

Características:
Desenvolvedor: Stephen Tweedie
Nome completo:Third extended file system
Ano de lançamento: Novembro de 2001 (Linux2.4.15)
Versões: -

Especificações e limites:
Numero máximo de arquivos: Variável, especificado no momento da criação 
Tamanho Maximo de nome de arquivos: 254 bytes
Tamanho máximo de volume: 2 TiB – 16 TiB
Tamanho máximo de um arquivo: 16 GiB – 2 TiB

Journaling: consiste em um registro (log ou journal) de transações cujafinalidade é recuperar o sistema em caso de desligamento não programado.
No caso do EXT3, possuem três tipos:
* Journal: os metadados e os dados (conteúdo) dos arquivos são escritos no journal antes de serem de fato escritos no sistema de arquivos principal. Isso aumenta a confiabilidade do sistema com uma perda de desempenho, devido a necessidade de todos os dados serem escritos no discoduas vezes.
* Writeback: os metadados são escritos no journal, mas não o conteúdo dos arquivos. Essa opção permite um melhor desempenho em relação ao modo journal, porém introduz o risco de escrita fora de ordem onde, por exemplo, arquivos que são apensados durante um crash podem ter adicionados a eles trechos de lixo na próxima montagem.
* Ordered: é como o writeback, mas força que aescrita do conteúdo dos arquivos seja feita após a marcação de seus metadados como escritos no journal. Esse é considerado um meio-termo aceitável entre confiabilidade e desempenho, sendo, portanto, o nível padrão.

Sistemas operacionais nativos e Sistemas operacionais compatíveis: Desenvolvido para Linux, suporta BSD e Windows (através de um IFS).

EXT2
 Ext2 (Second Extended file system) éum sistema de arquivos para dispositivos de blocos (disco rígido, disquete, pen drive). Foi desenvolvido para o Linux por Rémy Card para substituir o Ext (Extended file system), que também havia sido criado por Rémy Card.

Características:
Desenvolvedor: Rémy Card
Nome completo: Second extended file system
Ano: Janeiro de 1993.

Especificações e limites:
Numero máximo de arquivos: 1018
Tamanhomáximo de nome de arquivos: 255 bytes
Tamanho máximo de volume: 2 – 32 TiB
Tamanho máximo de um arquivo: 16 GiB – 2 TiB

Sistemas operacionais nativos e Sistemas operacionais compatíveis: Baseados em Linux, BSD, Windows (através de umIFS), Mac OS X (através de um IFS).

Checagem logica dos dois: fsck
O utilitário de sistema fsck (de "file system check" ou "file system consistency check")é uma ferramenta usada para verificar a consistência de um sistema de arquivos noUnix e clones.
Um sistema de arquivos jornalizado é projetado para que ferramentas como o fsck não precisem ser rodadas com frequência. O sistema de arquivos UFS2 no FreeBSDtem o fsck em background, então em geral não é necessário esperar o fsck terminar antes de acessar o disco.
Em geral, o fsck é rodado nainicialização do sistema, quando é detectado que um sistema de arquivos está num estado inconsistente, indicando um desligamento anormal, como um travamento ou desligamento de energia. Tipicamente, o fsck disponibiliza opções para reparar sistemas de arquivos danificados: interativamente (o usuário tem que decidir como consertar problemas específicos), permitir ao fsck resolver problemas específicos(assim o usuário não precisa responder nenhuma questão), ou rever os problemas que precisam ser resolvidos num sistema de arquivos sem realmente resolvê-los.
Fsck também pode ser rodado manualmente pelo administrador do sistema se ele ou ela acredita que há um problema com o sistema de arquivos.
O termo 'fsck' se tornou, entre os administradores de sistemas UNIX como um eufemismo de 'fuck' (do...
tracking img