Sistema imune

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3570 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA IMUNE

Introdução
O sistema imune é uma rede complexa de células especializadas e órgãos que evoluíram para defender o corpo contra ataques por invasores "estrangeiros."
Quando funciona corretamente “luta” contra infecções por agentes como bactérias, vírus, fungos, e parasitas. Porém, quando funciona mal pode acarretar uma série de doenças, como alergia, artrite, câncer,AIDS.
O sistema imune evoluiu porque vivemos em um “mar de microrganismos”. E como o homem, estes organismos são programados para se perpetuar, e o corpo humano provê um hábitat ideal para muitos deles e, assim eles tentam romper nossas barreiras naturais e a presença destes organismos nos é freqüentemente prejudicial, por isso o nosso sistema imune tenta barrar a entrada deles ou, mesmo, osdestruir.
O sistema imune se iguala em complexidade ao cérebro e ao sistema nervoso, mostrando várias características notáveis. Pode distinguir "o próprio” do "não-próprio." Pode se lembrar de experiências prévias e reagir adequadamente; assim, uma vez que você teve catapora, seu sistema imune lhe impedirá de adquiri-la novamente. O sistema imune possui uma enorme diversidade eespecificidade extraordinárias; não só é capaz reconhecer muitos milhões de moléculas de “não-próprio” distintas, mas, pode produzir moléculas e células para se ligar e destruir cada um dos “invasores”. E tem a sua disposição uma sofisticada quantidade de armas.
O sucesso deste sistema de defesa do nosso corpo conta com uma rede de comunicações reguladora inacreditavelmente elaborada e dinâmica.Milhões e milhões de células, organizadas em conjuntos e subconjuntos, passam informações de um lado para outro, como nuvens de abelhas que enxameiam ao redor de uma colméia. O resultado é um sistema sensível de cheques e equilíbrios que produzem uma resposta imune pronta, apropriada, efetiva, e auto-regulável

Próprio e Não-próprio (Self e Non-self)
O sistema imune está habilitado adistinguir entre o Próprio e o Não-próprio (Self e Non-self).
Todas as células do nosso corpo levam moléculas distintivas que as identificam como próprias.
As defesas imunes do corpo não atacam tecidos que levam um marcador de próprio, células imunes e as outras células do corpo coexistem pacificamente em um estado conhecido como tolerância. Mas quando os defensores imunes encontramcélulas ou organismos que levam moléculas que dizem "estrangeiro (não-próprio", as tropas imunes se movem para eliminar os intrusos, o mais rápido possível.

[pic]

Qualquer substância capaz de ativar uma resposta imune é chamado de antígeno. Um antígeno pode ser um vírus, uma bactéria, um fungo, ou um parasita, ou até mesmo uma porção ou produto de um destes organismos. Tecidos ou células deoutro individual, exclua um gêmeo idêntico cujas células levam marcadores idênticos, também agem como antígenos; porque o sistema imune reconhece tecidos transplantados como não-próprio e, os rejeita. O corpo rejeitará, até mesmo, proteínas nutritivas, a menos que elas sejam “quebradas” pelo sistema digestório, em seus componentes formadores, não-antigênicos.
Um antígeno mostra sua“estranheza” por meio de formas complicadas e características chamadas epitopos que aparecem em sua superfície. A maioria dos antígenos, até mesmo os microrganismos mais simples, possuem vários tipos diferentes de epitopos em sua superfície; alguns podem levar várias centenas. Porém, algum epitopos são mais efetivos que outros na estimulação de uma resposta imune.
Em situações anormais, o sistemaimune pode identificar o próprio, como não-próprio e executar um ataque imune indesejado. O resultado pode ser uma doença auto-imune denominada como artrite reumática ou lúpus eritematoso sistêmico.
Em algumas pessoas, uma substância aparentemente inofensiva como o pólen de erva-de-santiago ou pelo de gato podem provocar uma resposta imprópria e prejudicial conhecido como alergia;...
tracking img