Sintese de aspirina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1099 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Experimento 8:









Síntese de Ácido



Acetilsalicílico (Aspirina)

























Introdução



A Aspirina® é um medicamento com propriedades analgésicas, antitérmica, e anti-inflamatória, tendo como substância ativa o ácido acetilsalicílico, também conhecido como AAS.

Este medicamento é muito utilizado no tratamento de dores menosgraves, como dor de cabeça, redução da temperatura corpórea (febres) e tratamento de processos inflamatórios, pois possui um poder de inibir as enzimas que participam dos processos de inflamação. Também pode ser utilizado para inibir a agregação plaquetária, prevenindo a formação de coágulos dentro dos vasos sanguíneos.

A síntese desse medicamento, feita no experimento 8, foi feita com umareação entre o ácido salicílico e o anidrido acético, tendo como catalizador o ácido sulfúrico.

A reação ocorrida é de acetilação, que consiste na esterificação da função fenol do ácido salicílico, usado na síntese, com o anidrido acético, utilizando-se ácido sulfúrico como catalizador desse processo.

O ácido salicílico tem como grupos funcionais o fenol e o ácido carboxílico, e passa a ter ogrupo acetila, depois da reação com o anidrido acético se tornando o acido acetilsalicílico.

Nesse processo também é produzido o ácido acético, que posteriormente é separado dos cristais de AAS por meio de filtragem.

A síntese desse medicamento vem sendo feita há anos da mesma maneira (por acetilação do ácido salicílico), porém, com o passar do tempo, novas técnicas foram sendo utilizadaspara obter um maior rendimento nesse processo, assim, obtendo maior quantidade de produto com maior pureza, o que gera maior lucro para as indústrias produtoras.













Objetivo

O experimento “Síntese de Ácido acetilsalicílico” teve como objetivo produzir o medicamento, e verificar sua pureza por meio de testes de pureza.



Parte experimental

Materiais:Erlenmeyer (125mL), balança analítica, béquer (500mL), placa de aquecimento, suporte universal, garras de fixação, papel alumínio, proveta, bastão de vidro, tubos de ensaio, pipeta, kitassato, funil de Bünchner, papel filtro, ácido salicílico, anidrido acético, ácido sulfúrico concentrado, solução de fenol, Aspirina®, solução de FeCl3 e água destilada.

Procedimento: Primeiramente colocou-se em umerlenmeyer 2,06g de ácido salicílico, o instrumento com a substância foram levados para a capela e adicionou-se 5mL de anidrido acético e 5 gotas de ácido sulfúrico (usado como catalizador), tampou-se o frasco. O frasco foi colocado em um béquer de 500mL com 350mL de água, o sistema foi colocado na placa de aquecimento.

A placa de aquecimento foi ligada e a temperatura do sistema foi controladaá, aproximadamente, 40°C por 10 minutos. Passado o tempo determinado para aquecimento, o erlenmeyer foi colocado em uma bacia de gelo, para ocorrer a formação dos cristais de ácido acetilsalicílico. Depois da formação dos cristais foram adicionados, aproximadamente, 25mL de água destilada gelada (previamente colocada no gelo), raspou-se o vidro com bastão de vidro para que os cristais de ácidoacetilsalicílico desgrudassem do vidro do erlenmeyer.

Para separar a mistura de cristais de AAS, ácido acético e água destilada foi feita a filtração a vácuo. Montou-se o sistema de filtração com o kissato, ligado á mangueira para sucção do ar, e o filtro de Bünchner com papel filtro em seu interior. O papel filtro foi molhado com água destilada para que aderisse ao filtro. O sistema foi ligado eseparou-se os cristais de AAS.

Para os testes de pureza colocou-se 5mL de água em três tubos de ensaio. No primeiro tubo adicionou-se 1mL da solução de fenol, no segundo alguns cristais de AAS sintetizado e no terceiro alguns cristais de Aspirina®. Nos três tubos foram adicionadas 10 gotas da solução de FeCl3 e foram anotados os resultados obtidos.








Resultados e Discussões...
tracking img