Sindrome vestibular em caes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 173 (43199 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA

Faculdade de Medicina Veterinária

SÍNDROME VESTIBULAR EM CANÍDEOS

RICARDO FILIPE DA SILVA FERREIRA

CONSTITUIÇÃO DO JÚRI: Professor Doutor José Henrique Duarte Correia Professora Doutora Graça Maria Alexandre Pires Lopes de Melo Professor Doutor António José de Almeida Ferreira

ORIENTADOR: Professor Doutor António José de Almeida Ferreira

2009LISBOA

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA

Faculdade de Medicina Veterinária

SÍNDROME VESTIBULAR EM CANÍDEOS

RICARDO FILIPE DA SILVA FERREIRA

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA

CONSTITUIÇÃO DO JÚRI: Professor Doutor José Henrique Duarte Correia Professora Doutora Graça Maria Alexandre Pires Lopes de Melo Professor Doutor António José de Almeida FerreiraORIENTADOR: Professor Doutor António José de Almeida Ferreira

2009 LISBOA

AGRADECIMENTOS

Agradeço ao Professor Doutor António Ferreira, director clínico do Hospital Escolar da F.M.V. - U.T.L. e meu orientador, pela possibilidade de realização do estágio curricular no Hospital Escolar, e pelo enorme privilégio que foi ser seu estagiário. Pela fantástica orientação ao longo de todo o estágio e narealização da presente dissertação, e pelo exemplo e modelo de excelência que é, tanto a nível profissional como a nível pessoal. À Doutora Cristina Almeida, por todo o acompanhamento, apoio, orientação, simpatia e, principalmente, por toda a amizade. À Professora Doutora Graça Pires, Professor Doutor José Henrique, Professor Doutor Mário Pinho e Doutora Marisa Ferreira, pela disponibilidade esimpatia no esclarecimento de dúvidas e correcções, ao longo da realização desta dissertação. Ao Doutor Ricardo Marques, Doutor Gonçalo Vicente, Doutora Sandra Jesus, Doutor Óscar Gamboa e Doutora Ivone Costa, por todo o acompanhamento, orientação e excelência de conhecimentos proporcionados. A toda a equipa do Hospital Escolar da F.M.V., incluindo Médicos Veterinários, Auxiliares e colegasEstagiários, por todo o conhecimento transmitido e pelo ambiente de profissionalismo e amizade proporcionado. Aos meus pais, irmãos e sobrinho, por todo o apoio, carinho, incentivo e amor incondicionais. Obrigado por estarem sempre ao meu lado e permitirem-me ser quem sou hoje. Ao meu tio Aires, tia Manuela e primos, por todo o apoio, amizade e acompanhamento ao longo destes anos. Obrigado por constituíremo meu “lar longe do lar” ao longo de todo o meu percurso universitário. A todos aqueles que, ao longo destes anos, fui ganhando o enorme privilégio de chamar verdadeiros amigos. Muito obrigado por tudo Anita, Bernardo, Bruno, Catarina, Hugo, Igor, Liliane, Vanessa e Vera.

i

ii

RESUMO SÍNDROME VESTIBULAR EM CANÍDEOS
A síndrome vestibular é uma apresentação neurológica relativamentecomum em Medicina Veterinária. É definida como o conjunto de sinais clínicos associados a uma doença do sistema vestibular. A função do sistema vestibular é traduzir as forças de gravidade e movimento em sinais neurológicos utilizados pelo encéfalo para a determinação da posição da cabeça no espaço, e para a coordenação dos movimentos da cabeça com os reflexos motores responsáveis pela estabilidadepostural e ocular. Desta forma, afecções do sistema vestibular resultam, frequentemente, em alterações posturais da cabeça e corpo, descoordenação motora e ataxia, e alterações nos movimentos oculares. O sistema vestibular é constituído por dois componentes funcionais: o componente periférico, localizado no ouvido interno e no qual se incluem os receptores sensoriais localizados no labirintomembranáceo e a porção vestibular do nervo craniano VIII; e o componente central, localizado no tronco cerebral e cerebelo, e no qual se incluem os núcleos e feixes vestibulares. Os cães com doença vestibular central apresentam, tipicamente, sinais clínicos adicionais que reflectem envolvimento do tronco cerebral. Estes podem incluir défices dos nervos cranianos, parésia, défices nas reacções...
tracking img