Sindrome burnout

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2981 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Burnout na clínica psiquiátrica – Vieira et al.

Relato de caso

Burnout na clínica psiquiátrica: relato de um caso

Isabela Vieira* Andréia Ramos** Dulcéa Martins*** Erika Bucasio**** Ana Maria Benevides-Pereira# Ivan Figueira## Sílvia Jardim###

INTRODUÇÃO A associação entre condições de trabalho e ocorrência de doenças físicas e transtornos mentais vem sendo mais estudada a partir dasegunda metade do século XX 1 , mas o reconhecimento clínico de tal relação é pequeno 2 . O burnout, ou síndrome do

* Médica psiquiatra, Programa de Atenção em Saúde Mental do Trabalhador (PRASMET) e Programa de Transtornos Mentais Relacionados ao Estresse, Instituto de Psiquiatria – Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPUB-UFRJ), Rio de Janeiro, RJ. ** Doutora em Psiquiatria, PRASMET,IPUB-UFRJ, Rio de Janeiro, RJ. *** Assistente social. Doutoranda, Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ. **** Médica psiquiatra, PRASMET e Programa de Transtornos Mentais Relacionados ao Estresse, IPUB-UFRJ, Rio de Janeiro, RJ. Mestranda, IPUB-UFRJ, Rio de Janeiro, RJ. # Doutora em Psicologia. Líder, Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Estresse eBurnout (GEPEB), Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR. Professora associada, Departamento de Psicologia, UEM, Maringá, PR. ## Coordenador, Programa de Transtornos Mentais Relacionados ao Estresse, IPUB-UFRJ, Rio de Janeiro, RJ. Professor adjunto, Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental, UFRJ, Rio de Janeiro, RJ. ### Coordenadora, PRASMET, IPUB-UFRJ, Rio de Janeiro, RJ. Psiquiatra,IPUB-UFRJ, Rio de Janeiro, RJ.

esgotamento profissional, tem sido alvo de estudos de prevalência3, análises da validade de constructo4, identificação de fatores de risco ou de proteção 5 e objeto de matérias na imprensa. Na literatura médica, tem ocupado espaço fora da psiquiatria, particularmente na medicina ocupacional, psicossomática e clínica médica. Estudos de prevalência com profissionaisde saúde mostram taxas de burnout variando entre 30 e 47% 6,7. A taxa de burnout na população de trabalhadores da Finlândia chegou a 27,6%8. No Brasil, a ocorrência se encontra na faixa de 10%9. Por definição, burnout é uma condição de sofrimento psíquico relacionada ao trabalho. Está associado com alterações fisiológicas decorrentes do estresse 10 (maior risco de infecções, alteraçõesneuroendócrinas do eixo hipotalâmico-hipofisário-adrenal, hiperlipidemia, hiperglicemia e aumento do risco cardiovascular), abuso de álcool e substâncias11, risco de suicídio 12 e transtornos ansiosos e depressivos 13,14 , além de implicações socioeconômicas (absenteísmo, abandono de especialidade, queda de produtividade 14,15 ).

352

Recebido em 13/03/2006. Aceito em 06/10/2006.

Rev Psiquiatr RSset/dez 2006;28(3):352-6

Burnout na clínica psiquiátrica – Vieira et al.

Entretanto, não consta nas classificações psiquiátricas. Freudenberger16,17, em 1974, descreveu o burnout como um “incêndio interno” resultante da tensão produzida pela vida moderna, afetando negativamente a relação subjetiva com o trabalho. Segundo Maslach et al.18, o burnout é uma síndrome psicológica resultante deestressores interpessoais crônicos no trabalho e caracteriza-se por: exaustão emocional, despersonalização (ou ceticismo) e diminuição da realização pessoal (ou eficácia profissional). A exaustão emocional (EE) caracteriza-se por fadiga intensa, falta de forças para enfrentar o dia de trabalho e sensação de estar sendo exigido além de seus limites emocionais. A despersonalização (DE) caracteriza-se pordistanciamento emocional e indiferença em relação ao trabalho ou aos usuários do serviço. A diminuição da realização pessoal (RP) se expressa como falta de perspectivas para o futuro, frustração e sentimentos de incompetência e fracasso. Também são comuns sintomas como insônia, ansiedade, dificuldade de concentração, alterações de apetite, irritabilidade e desânimo. O instrumento mais...
tracking img