Sinapse

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SINAPSE

SOMAÇÃO ESPACIAL E TEMPORAL

INTRODUÇÃO:
Na superfície da membrana dos dendritos e dos corpos celulares há receptores para NT excitatórios e inibitórios. Isso quer dizer que o neurônio pós-sinaptico gera PEPS e PIPS conforme a sinapse que está em atividade. Então, como o neurônio realiza a análise dos sinais aferentes? Ele realiza uma análise combinatória de potenciaispós-sinápticos denominada somação que pode ser de duas maneiras:

Somação Espacial: Somação de potenciais pós-sinápticos causados por diferentes neurônios pré-sinapticos.

Somação Temporal: Somação de potenciais pós-sinápticos em rápida sucessão deflagrados pelo mesmo neurônio pré-sináptico.

Os potenciais pós-sinápticos têm a propriedade de se somarem algebricamente
modificando a suaintensidade. Assim a somação de três PEPS causados por neurônios distintos ou pelo mesmo neurônio aumenta as chances do potencial de membrana pós-sinaptico atingir o valor limiar. Enquanto os potenciais pós-sinapticos gerados nos dendritos e corpo celular são graduáveis em termos de intensidade, os PA, ao contrário, possuem duração e amplitude fixas.
Isso quer dizer que nos axônios, a decodificação deintensidade é feita pela modulação na freqüência dos PA. Esses comportamentos elétricos mediante os tipos de NT deixam bem claro que as sinapses químicas funcionam como processadores binários de sinais (despolarização/hipoepolarizaçao) e que na freqüência dos PA está codificada a mensagem resultante da análise. Por isso, um neurônio ao receber os sinais de vários neurônios distintos pode integrá-lospor meio de somação e gerar (ou não) uma determinada freqüência de PA como resposta.

FUNCIONAMENTO DE UMA SINAPSE

A sinapse é responsável pela transmissão dos impulsos nervosos e são locais de contato entre os neurônios ou entre neurônios e outras células efetoras, por exemplo, células musculares e glandulares. A transmissão dos sinais ocorrem em uma única direção, do neorôniopré-sináptico para o pós-sináptico e sua função é transformar um sinal elétrico (impulso nervoso) do neurônio pré-sináptico em um sinal químico que atua sobre a célula pós-sináptica. A maioria das sinapses transmite informações por meio da liberação de neurotransmissores e se constitui por um terminal axônico (terminal pré-sináptico) que traz o sinal; uma região na superfície da outra célula, ondese gera um novo sinal (terminal pós-sináptico); e um espaço muito delgado entre os dois terminais, a fenda pós-sináptica. A sinapse de um axônio com o corpo celular chama-se axo-somática, a sinapse com um dendrito chama-se axo-dendrítica, e entre dois axônios chama-se axo-axônica. Os terminais pré-sináptico possuem formas anatômicas, a maioria assemelham-se a botões redondos ou ovóides e contémvesículas sinápticas com neurotransmissores e contém também muitas mitocôndrias.



ANATOMIA FISIOLÓGICA DE UMA SINAPSEGeralmente, os neurotransmissores são sintetizados no corpo do neurônio e armazenados em vesículas no terminal pré-sináptico, sendo liberados na fenda sináptica por exocitose durante a transmissão do impulso. O excesso de membrana que se forma no terminal pré-sináptico é captado por endocitose para ser reutilizada na formação de novasvesículas sinápticas. Alguns neurotransmissores são sintetizados no compartimento pré-sináptico, corpo de neurônio pelo transporte axonal.

As sinapses nervosas podem ser químicas ou elétricas:

Sinapse química. Os neurônios comunicam-se com outros neurônios ou com as células efetuadoras por meio demediadores químicos, os neurotransmissores. Os neurotransmissores são sintetizados pelos próprios...
tracking img