Sinalizador celular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1588 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sinalizador Celular.

A comunicação entre as células se baseia no reconhecimento de uma molécula sinalizadora (também chamada ligante) por uma proteína receptora. Vimos também que um sinalizador que seja uma molécula pequena e hidrofóbica pode atravessar a bicamada lipídica e ser reconhecido no citoplasma, ou mesmo chegar ao núcleo da célula. Já os ligantes hidrofílicos são reconhecidos porproteínas expostas na superfície da célula-alvo, desencadeando uma cascata de sinalização no citossol. Das três vias de sinalização desencadeadas por ligantes hidrofílicos.
As proteínas parecem estar brincando de telefone sem fio, aquela brincadeira em que o primeiro da fila diz uma frase para o segundo, que repete para o terceiro e assim por diante até o último da fila repetir a frase inicial.Na brincadeira, o engraçado é a distorção da mensagem inicial; já na vida celular, a mensagem deve ser encaminhada sem erros para que o resultado final seja o esperado. A adenilciclase, uma vez ativada por proteína G, hidrolisa ATP de um modo especial, retirando dois fosfatos de uma vez só. O que sobra, o AMP (adenosina monofosfato), torna-se uma molécula cíclica, sendo chamado AMP cíclico(AMPc).
Como todo mensageiro secundário, normalmente está presente em concentrações muito baixas no citoplasma das células. Assim, quando uma mensagem chega e é reconhecida por um receptor que ativa proteína G, que por sua vez ativa adenilciclase, que produz AMPc, a elevação súbita da concentração desse mensageiro é prontamente percebida pela célula. Muitas enzimas citoplasmáticas são ativadas porAMPc e reagem a esse pico de concentração. Para esse mecanismo funcionar bem, é preciso que a concentração de AMPc baixe tão rápido quanto subiu, assim, a célula poderá perceber o próximo sinal. A enzima responsável por isso é a AMPcfosfodiesterase, que faz com que a molécula fique linear (passando a se chamar AMP-5monofosfato), perdendo a função. Mas ela não vira lixo, não! Pode mais tarde receberoutros fosfatos, voltando a ser o precioso ATP.
E o AMPc? Faz o quê?
O AMPc dispara uma enorme diversidade de eventos, ativando enzimas, abrindo canais iônicos etc. com muitas conseqüências em termos da atividade celular. Uma das enzimas mais importantes ativadas por AMPc é a proteína quinase A (PKA). Uma proteína quinase é uma enzima que fosforila outras proteínas. A proteína quinase A ganhouesse nome por causa de seu modo de ativação, o A é de AMPc.
Esse negócio está ficando confuso, não? Tudo aconteceu por causa de um ligante que nem mesmo entrou na célula! Vamos resumir a seqüência de eventos para que fique mais claro:
E que diferença faz uma proteína ser fosforilada?
Muita! Proteínas que podem ser fosforiladas alternam entre um estado ativado e outro inativo, um deles comfosfato e outro sem. É o mesmo mecanismo liga/desliga da proteína G em relação ao GTP, lembra? Essa mudança de estado das proteínas é que vai mudar finalmente o comportamento da célula, em resposta àquela mensagem que ela recebeu do ligante lá na membrana. A PKA também pode entrar no núcleo e ativar genes que passarão a ser transcritos, o que também vai mudar o comportamento celular, só que maislentamente, já que depende de mudanças de expressão gênica.
Depende da proteína G. Uma das funções mais interessantes do AMPc é servir de mensageiro em neurônios olfativos. Esses neurônios possuem centenas de receptores acoplados à proteína G (cada neurônio tem receptores para apenas um tipo de odor). Quando as moléculas odoríficas se ligam aos receptores, eles ativam uma proteína G especial, queativa adenilciclase, que produz AMPc (até aqui, tudo igual). Esse mensageiro abre canais de sódio especiais desses neurônios, despolarizando-os e levando o impulso nervoso adiante até que o “cheiro” atinja o cérebro. Os impulsos nervosos do sistema visual também são gerados por fotorreceptores acoplados à proteína G em neurônios especiais da retina, mas ao invés de ativar adenilciclase ela...
tracking img