Siderurgia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4766 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho
de
Siderurgia


Tema
Fabricação do aço líquido com conversor a oxigênio

Sumário
_ O processo LD e suas variantes;
_ O processo LD e suas matérias primas;
_ A operação do conversor;
_Macro visão de uma aciaria LD;
_Capacidade produtiva de uma aciaria LD;
_Controle operacional;
_ Tipos de aço produzidos;

_ Equipamentos principais:
*Carcaça do conversor;
*Lança deoxigênio;
*Refratários;

_ Reações de refino:
* 3 etapas de sopro.

_ Formação da escória e sua composição.

O processo LD e suas variantes
O processo LD transformar o ferro gusa Liquido(1350º C) em aço através da oxidação do carbono.

O processo LD consiste num processo de produção de aço através da afinação de gusa líquida por um jato de oxigênio puro. Este processo foiindustrializado, em 1952-1953, nas aciarias austríacas de Linz e Donawitz, o que explica o nome por que é conhecido.
O processo consiste na utilização de um conversor em forma de cadinho gigante, com a boca virada para cima, por onde entra uma lança vertical (arrefecida a água) que injeta um jato de oxigênio puro sobre o banho metálico.

O processo LD foi originalmente concebido para tratargusas de baixo teor em fósforo, tendo obtido, nestes casos, um grande êxito. Contudo, o processo não originou inicialmente bons resultados quando foi aplicado às gusas de elevado teor em fósforo. O problema da eliminação do fósforo das gusas fosforosas foi resolvido pela sociedade ARBED, do Luxemburgo, em colaboração com o Centre National de Recherches Metallurgiques, da Bélgica, dando origem aoprocesso LDAC, o qual consiste na injeção de cal em pó juntamente com o jato de oxigênio.
A cal é arrastada com o oxigênio até ao local onde ocorrem as reações de oxidação, formando-se uma escória fortemente desfosforante desde o início da sopro. Consegue-se desta forma eliminar uma maior quantidade de fósforo antes de se atingir o teor de carbono pretendido.
* a grandeprodutividade;
* custos mais baixos nas instalações em comparação com outras aciarias;
* nenhum consumo de combustível;

Todos estes fatores contribuíram para a rápida evolução do processo, que hoje é responsável por aproximadamente 72% da produção mundial de aço.

O oxigênio pode ser introduzido no Conversor de duas formas:

* Por cima– através de uma lança suspensa da boca do conversor;* Combinados- normalmente injetando oxigênio por cima através da lança e o
gás inerte, pelo fundo do conversor,através de tubos, para agitar o banho.Os resultados seriam reações mais rápidas e completas, menor teor de FeO na escória

As vantagens de do processo LD

* Rapidez da transformação do gusa em aço;

* Reaproveitamento da sucata de recirculação (gerada dentro da própriausina) que corresponde a 23% do aço bruto;

* Comparando com outras aciarias,o investimento inicial é da ordem de
* 40% e o custo operacional,50%  menor.

O processo LD e sua MP’S
Nos conversores a oxigênio são fabricados mais de 50% da produção mundial de aço. No Brasil eles também são amplamente utilizados.
A carga desse conversor é constituída de 70% de ferro gusa líquido,30% sucata de ferro, minério de ferro e aditivos (fundentes). Com uma lança refrigerada com água,injeta-se oxigênio puro a uma pressão de 4 a 12 bar no conversor.
Para se oxidar o carbono presente no metal liquido que é carregado dentro do conversor LD é necessário grande quantidade de energia, pois essa reação é extremamente endotérmica (consome calor) e para compensar isso um dosprincipais elementos presentes no ferro gusa que também é oxidado é o Silício formando uma reação extremamente exotérmica (Si + O2 = SiO2). Para neutralizar essa elevada temperatura que prejudicaria o refratário, adiciona-se sucata ou minério de ferro.
Pela adição de fundentes como a cal, os acompanhantes do ferro como o manganês,, silício, fósforo e enxofre unem-se formando a escória....
tracking img