Sherlock

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7463 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sherlock Holmes em: A casa vazia
Por Sir Arthur Conan Doyle PDF por ZOHAR (zohar@bol.com.br) CPTurbo.org

O assassinato do honorável Ronald Adair, ocorrido na primavera de 1894, em estranhas e inexplicáveis circunstâncias, despertou o interesse de toda a cidade de Londres, deixando consternados os meios elegantes. O público conhece os pormenores que vieram à luz nas investigações policiais,mas muita coisa ficou oculta naquela época, pois as acusações eram tão graves e evidentes que era pouco aconselhável divulgar todos os fatos. Somente agora, quase dez anos mais tarde, é que me é permitido apresentar os elos que faltaram e que completam a extraordinária cadeia. O crime em si era interessante, mas esse interesse nada significava para mim, comparado com a sua inconcebível seqüência,que me causou o maior choque e a maior surpresa de toda a minha vida aventurosa. Mesmo agora, após tão longo intervalo, vibro ao pensar nisso e me sinto de novo invadido por uma torrente de alegria, espanto e incredulidade. Ao público que se interessou pelas informações que de vez em quando eu dava a respeito dos pensamentos e ações daquele homem extraordinário, quero dizer que não deve me censurarpor não ter compartilhado tudo com ele. Teria sido esse o meu primeiro dever, se não houvesse expressa proibição, formulada pelos lábios daquele homem — proibição que foi levantada no dia 3 do mês passado. É fácil imaginar que a minha intimidade com Sherlock Holmes me fizesse tomar grande interesse pelo crime em geral e que, após o desaparecimento do meu amigo, eu nunca deixasse de ler comcuidado os vários problemas levados a público. Mais de uma vez, para meu gozo pessoal, tentei empregar os métodos de Holmes e solucionar tais problemas, embora sem resultado. Nenhum me atraiu tanto como a tragédia de Ronald Adair. Ao ler no inquérito os depoimentos que levaram ao veredicto: "assassinato cometido por pessoa ou pessoas desconhecidas", compreendi mais do que nunca que perda fora para asociedade a morte de Sherlock Holmes. Havia, no estranho caso, pontos que certamente o teriam atraído — e o trabalho da polícia teria sido auxiliado, ou mais provavelmente, antecipado, pela experiente observação e a inteligência desperta do maior criminalista da Europa. Nesse dia, enquanto fazia as minhas visitas, pensei demoradamente no caso, não encontrando explicação adequada. Embora corra o riscode contar uma história pela segunda vez, vou recapitular os fatos que se tornaram do domínio público no final do inquérito. O honorável Ronald Adair era o segundo filho do conde de Maynooth, na ocasião governador de uma das colônias australianas. A mãe de Adair viera da Austrália para ser operada de catarata. Ela e seus filhos Ronald e Hilda moravam no número 427 da Park Lane. Os dois jovensfreqüentavam a melhor sociedade; ao que constava, não tinham inimigos, nem vícios. Ele estivera noivo da srta. Edith Woodiey, de Carstairs, mas o noivado fora desfeito meses antes, de comum acordo, e não havia motivo para se supor que existisse ressentimento. Quanto ao resto, o rapaz freqüentara um círculo estreito e convencional, pois tinha hábitos moderados e temperamento calmo. Apesar disso, a morteapresentou-se a esse jovem aristocrata de maneira estranha e inesperada, entre as dez e as onze e vinte, na noite de 30 de março de 1894.

Ronald Adair era aficionado pelas cartas e jogava com freqüência, mas não de maneira que pudesse prejudicá-lo. Era sócio dos clubes Baldwin, Cavendish e Bagatelle. Ficou provado que no dia da sua morte jogara whist no Bagatelle, depois do jantar. Tambémjogara ali à tarde. Soube-se, pelo depoimento do sr. Murray, de Sir John Harday e do coronel Moran, que o jogo fora whist e que houvera certo equilíbrio na sorte. Adair perdera mais ou menos cinco libras. Possuidor de enorme fortuna, esse prejuízo em nada poderia afetá-lo. Tinha jogado todos os dias, num ou noutro clube, mas era cauteloso e em geral saía com lucro. Ficou provado que, como parceiro...
tracking img