Senao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1429 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTUDO DE CASO: PACIENTE COM DPOC
Denis Faria silva[1]

Marislei Brasileiro[2]



2.1. HISTÓRICO DE ENFERMAGEM

2.1.1. Identificação:
S.F.A. masculino, pardo, 81 anos, casado, 5 filhos (todos casados), brasileiro, aposentado, não-alfabetizado, residente em Goiânia, zona urbana, natural de Patos de Minas-MG, católico praticante.
Foi admitido na unidade de clínica médica proveniente daemergência, com diagnóstico médico de tumor no pulmão D e DPOC (enfisema pulmonar).

2.1.2. Expectativas e percepções:
Está em tratamento há 10 anos, sabe que sua doença é grave e não tem cura, e está de certa forma conformado com sua situação. Já se acostumou com as internações, com o ambiente hospitalar e com o tratamento. Paciente relata que sua casa se tornou uma pequena farmácia comtantos medicamentos.

2.1.3. Necessidades básicas:
Nos últimos anos não tem dormido bem à noite devido a dispnéia noturna, o que tem agravado nos últimos 4 meses (incidência do tumor). Repousa sempre e evita esforços devido à dificuldade respiratória aos esforços. Antes gostava muito de andar de bicicleta, mas agora não pode se esforçar. Tem dificuldade para fazer caminhadas devido à ausência dodedo hálux D.
Disse que é “enjoado” para comer, não gosta de verduras nem de comida de hospital, gosta da comida de sua esposa. Ingere poucos líquidos, toma pouca água. Eliminações intestinais normais.
Mora em casa própria, de alvenaria, a qual tem rede de esgoto, eletricidade, água encanada, o lixo é recolhido pela prefeitura.
Suas atividades de lazer incluem assistir jogos na TV, conversarcom os amigos e ir na igreja.
Procura o médico sempre que sua situação de saúde se agrava.

2.1.4. Exame Físico:
Paciente deambulando com auxílio, hipocorado, emagrecido. Orientado auto e alopsiquicamente, músculos faciais descontraídos, olhando o interlocutor, verbalizando. Apresenta-se hidratado, afebril e dispnéico. Pupilas fotorreagentes e isocóricas. Foi tabagista durante 50 anos, tendoparado de fumar há 10 anos (desde que descobriu a doença), não toma bebidas alcoólicas, não é alérgico.
Mantendo respiração por cateter nasal de oxigênio, tipo óculos, percussão pulmonar esquerda ressonante e direta submacissa. Ausculta pulmonar com diminuição de murmúrios vesiculares no pulmão D, e presença de roncos e sibilos. Ausculta cardíaca com freqüência arrítmica. Fígado palpável edoloroso, ruídos hidroaéreos aumentados, abaulamento abdominal e flatulência, som timpânico à percussão abdominal. Paciente relata diurese espontânea presente com coloração escura (colúria, poliúria), e eliminações intestinais também presentes.
Condições dos segmentos: Pele limpa, áspera e enrugada, apresentando manchas (equimoses), e pápulas na região dorsal. Presença de seborréia no courocabeludo, cavidade bucal com dentes sujos e língua saburrosa, presença de prótese dentária. Ausência de edema em MMII, ausência do dedo Hálux D (proveniente de tétano por acidente de trabalho).
Queixas: Relatou que sentiu febre, falta de ar à noite e fadiga ao respirar, queixa anorexia e dificuldade para escarrar.
Sinais Vitais:
P: 85 bpm T: 37(C R: 22 rpmPA: 110 x 70 mmHg

2.2. Diagnóstico de Enfermagem:
➢ Comprometimento da troca gasosa, relacionado a retençao de CO2, aumento das secreções, aumento do trabalho respiratório, processo patológico;
➢ Padrão respiratório ineficaz, relacionado a DPOC, distensão da parede torácica, fadiga, trabalho respiratório;
➢ Limpeza ineficaz das vias aéreas, relacionado a DPOC, aumento dassecreções, diminuição do mecanismo da tosse, fadiga;
➢ Alto risco de excesso de volume de fluido, relacionado a cor pulmonale, infusões IV, aumento da permeabilidade dos capilares pulmonares, repouso no leito;
➢ Alto risco de alteração da nutrição, menor que as necessidades corporais, relacionado a doença crônica, altas taxas metabólicas, dispnéia ao comer, ansiedade;
➢ Alto risco de fadiga,...
tracking img