Semiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5447 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Semiologia:

Signo – Algo que transporta informação sobre qualquer coisa, passado através de mensagens.

Fénomenos – Semiologia estuda fenómenos de significação.

Fenomenos Naturais: Provem de fontes naturais, não têm como fim a significação (Signos Naturais, emitidos sem intencionalidade comunicativa. Nuvens, pegadas, etc)

Fenomenos Culturais: Construidos pelo homem (Signos artificiais,são aqueles que são emitidos de forma consciente, com intenção e tem como fim a significação. Publicidade, palavra, sinais, etc)

Não existe barreiras entre signos expressivos e funcionais (Humberto eco), uma vez que algo expressivo pode ser também funcional e vice-versa. A roupa por exemplo, outrora servia para nos cobrir, mas hoje pode ser expressiva. Em toda a funcionalidade existe umaexpressividade.

Sam Baudrillard – O objecto é um mito. So existe no sentido em que um individuo estabelece uma relação com ele. Relação essa que tem por base uma lógica.

4 tipos de lógicas:
- Logica funcional do valor de uso (objecto)
- Logica económica do valor de troca
- Logica do valor de troca simbólica (Objecto)
- Logica do valor de signo

Faz 3 distinçoes de objecto:Objecto/objecto – com maiúscula so existe na relação simbolica com o sujeito, numa relação de fascínio. O objecto significa a relação de duas pessoas e é indisociavel dessa relação. Com minúscula é aquele cuja definição está no dicionário e nos permite desempenhar uma dada função.

Objecto – Marca – o objecto é identificado através da sua marca e do valor que ela tem. Assim, o objecto coloca-se na esfera domercado, segundo uma ordem hierárquica.

- um presente tem um valor de troca simbólico, pois é símbolo de uma relação entre dois sujeitos. Nesse caso o objecto não se consegue autonomizar, apenas representa aquela relação. Não tem valor de uso, nem de signo, esse objecto é único e arbritário.
- quando um objecto deixa de sombolizar uma relação e se autonomiza, passa a ter valor de signo.Objecto de consumo – so existe quando conseguimos que ele tenha apenas valor de signo e se relacione com outros objectos através de uma hierarquia.

Fronteiras da semiologia:

1 Fronteira diferenciadora – enquanto a teoria da comunicação estuda a fonte, emissor, canal, mensagem e receptor, isto é, todo o processo de comunicação de um modo contextualizado, a semiologia foca-se no estudo da mensagem(signos), foca-se apenas na mensagem de modo descontextualizado.
2 Problematica do referente – o mesmo referente pode ter varias designações para a semiologia, o referente é aquilo que existe na realidade. É físico, material, concreto e real. É aquilo para que o signo remete.

Um mesmo significado pode estar associado a diferentes significantes (habitação – casa, maison, home), ou seja, arelação que se estabelece entre o signo e o referente é arbitrária, visto que a sua relação não é motivada. Por outro lado, um mesmo significante pode estar associado a vários significados (casa – habitação, estrutura, botão, jogo)

Outro problema, o facto de se considerar o referente como um objecto real. A semiologia considera o referente como algo real, existem signos que não têm referentes reais.Não é o referente que estrutura a significação, mas a cultura. A significação é instituída em sociedade e não está dependente da existência de um referente. O signo não depende da existência concreta das coisas que ele representa.

3 Fronteira Metodologica

Teoria do signo – saussure (significante e significado = signo)

Peirce (representante + objecto + interpretante)

Representante éalgo que esta no lugar do objecto. Interpretante é o esforço mental preciso par estabelecer uma relação entre o representante e o objecto.

Umberto eco tenta conciliar as noções dos dois actores, criando a pansemiotica. Partindo da ideia de que os 2 actores defendem que tudo significa algo. Este conceito pode ser abordado segundo dois pontos de vista:

- ontológico – toda a cultura deve ser...
tracking img