Seminario

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9442 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
artigos • “ADMINISTRAÇÃO É CIÊNCIA OU ARTE?” O QUE PODEMOS APRENDER COM ESTE MAL-ENTENDIDO?

“ADMINISTRAÇÃO É CIÊNCIA OU ARTE?” O QUE PODEMOS APRENDER COM ESTE MAL-ENTENDIDO?
“IS MANAGEMENT SCIENCE” OR ART? WHAT CAN WE LEARN FROM THIS MISUNDERSTANDING? RESUMO

Nas classes e palestras de introdução à administração, desperta sempre a curiosidade do auditório lançar a pergunta: “O que vocêsacham: Administração é ciência ou arte?” Estamos diante de um dictum interessante e estimulante à discussão. O artigo tem dois objetivos: desvendar a ambiguidade da pergunta – talvez uma das razões de sua sobrevivência – e, a partir dela, examinar a adequação de discutir-se “cientificidade” em nosso saber, questão importante para os rumos da academia nessa área. Para o primeiro objetivo, maismodesto, nos valeremos de análise pragmática e semântica da linguagem, para o segundo, que concentra a maior parte do texto, das teorias sobre a natureza da ciência e a pretendida distinção entre ciência e não ciência. Surgem, então, evidências de que o dictum encerra um mal-entendido.
Pedro Lincoln C. L. de Mattos
Professor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal de Pernambuco –PE, Brasil plincoln@hotlink.com.br Recebido em 02.04.2008. Aprovado em 29.05.2009 Avaliado pelo sistema double blind review Editor Científico: Robinson Moreira Tenório

AbSTRACT In classes and lectures of introduction to administration, when the question “What do you think: Is administration science or art?” is asked, the audience is always curious. We face here an interesting anddiscussion-stimulating dictum. This article has two goals: to disclose the question ambiguity – maybe one of the reasons for its survival – and from there, analyze how appropriate it is to discuss “scientificity” in our knowledge system, an important question for academic routes in that area. For the first – more modest – goal, we will use language pragmatic and semantic analysis; for the second, concentratingmost of the text, theories about science nature and the intended distinction between science and non-science. Evidences arise, then, that the dictum contains a misunderstanding. palavras-chave Cientificidade em administração, administração-ciência, administração-arte, atividade acadêmica, demarcação científica. kEyWORDS Scientificity in administration, science-administration, art-administration,academic activity, scientific marking.

ISSN 0034-7590

349-360 • jul./set. 2009 • n. 3 • v. 49 • São Paulo •

© RAE

• 349

artigos • “ADMINISTRAÇÃO É CIÊNCIA OU ARTE?” O QUE PODEMOS APRENDER COM ESTE MAL-ENTENDIDO?

O DICTUM
Todos sabem que nas classes e palestras de introdução à administração desperta sempre a curiosidade do auditório – e por isso é prazeroso ao professor – lançara pergunta: “O que vocês acham: Administração é ciência ou arte?”. Claro, uma questão assim introdutória joga com o senso comum e se reproduz inercialmente. Mas tal “perguntaaperitivo” já atravessa décadas e extrapola públicos restritos. Vamos discuti-la. De passagem, talvez possamos aprender algo sobre nosso trabalho. Koontz, O’Donnell e Weihrich (1986 [1976]), três professores universitários, emum dos manuais que orientaram diversas gerações de graduados em Administração, erigem a mesma pergunta a título de seção (Administrar é uma ciência ou uma arte?, p. 8-31) e, referindo-se à atividade (“uma arte como qualquer outra”, um “conhecimento comportamental” – na citação que fazem de Chester Barnard) discorrem nas subseções sobre o conhecimento necessário a essa atividade (Ciência eAdministração, Ciência e Método Científico etc.). Então, se a ciência “contribui para essa arte”, como mostram, por que a pergunta no título da seção (ciência “ou” arte)? Como se vê, já há décadas que, com relação à administração, os predicativos “ciência” e “arte” são postos em oposição por intenções retóricas ou, olhando um pouco além dos textos, porque reside ali algo de realmente problemático....
tracking img