Semeadoras, adubadoras e distribuidores de corretivos a lanço

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1448 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Azevém (Lolium multiflorum)
RESUMO
Uma das principais atividades econômicas no Rio Grande do Sul é a pecuária, mais especificamente (leite e carne), onde as forrageiras participam como matéria-prima. As pastagens nativas são a base da alimentação no Rio Grande do Sul. Estas pastagens apresentam bom valor forrageiro no verão, porém, no inverno, as forrageiras de ciclo estival não crescem,ficandoenvelhecidas e crestadas por geadas,não suprindo as necessidades para a manutenção do peso dos animais. O Azevém (Lolium multiflorium) é uma gramínea anual de clima temperado, com excelentes qualidades nutricionais cultivado no RS, SC e PR. A produção se dá no inverno e primavera.
Palavras-chave: pecuária, gramínea, inverno, primavera.
.

INTRODUÇÃO

O azevém anual (Lolium multiflorumLam.) é uma espécie pertencente à família Poaceae (Nelson et al., 1997), originaria da bacia do mediterrâneo (sul a Europa, norte da África e Ásia Menor), de onde se espalhou pela Europa e ai pela America do Norte. Foi cultivado pela primeira vez na região da Lombardia, na Itália, por isso também é conhecido por azevém italiano (Lolium italicum). É largamente cultivado em diversos países do mundo,onde as condições climáticas são favoráveis (Moraes, 1963; Araujo, 1967).
O azévem é uma das melhores gramíneas anuais de inverno, completamente aclimatada no sul do Brasil, onde foi introduzido, provavelmente, pelos primeiros colonos italianos em 1875 (Araujo, 1965). Atualmente estão naturalizadas em quintais, hortas, lavouras hibernais e mesmo em pastagens. Adaptou-se a todas as zonasfisiográficas rio-grandenses, sendo constituinte da flora dos campos mais férteis. É chamado de “loiessa” pelos colonos e as levadas do Rio Grande do Sul para Estanzuela, no Uruguai, originaram a seleção LE-284, que apresenta bom rendimento (Araújo, 1967).
DESENVOLVIMENTO

O azevém é uma Gramínea tolerante ao pisoteio e possibilita um período de pastejo de até cinco meses. Das espécies forrageiras deinverno, é a que apresenta maior produção de forragem sendo, entretanto, tardia, pois o rendimento é mais elevado a partir de setembro. Tem considerável capacidade de rebrote e apresenta ressemeadura natural. É bem aceito pelos animais e pode produzir de 2 a 6 t MS/há. O período de uso varia de 60 a 18 dias após a emergência, a carga animal deve ser ajustada à disponibilidade de forragem
O volumosoé o principal ingrediente na alimentação dos bovinos. É no volumoso que se encontra a melhor fonte de fibras necessárias para a ruminação, salivação, que vai estimular e aumentar o teor de gordura e produção de leite. A fibra é também o principal nutriente que regula a passagem dos alimentos pelo trato digestivo. O fornecimento de volumoso de boa qualidade (rico em nutrientes e fibras FDA 33 % eFDN 55%) como do pré-secado de azevém, é o meio mais natural e saudável de potencializar o consumo de matéria seca, a produção de leite e reduzir o uso de grãos e concentrados na dieta dos Bovinos. A digestibilidade de matéria seca é outro fator importante na determinação do valor nutritivo do azevém, e está sujeito a flutuações devido ao cultivar, manejo e condições ambientais (Fontaneli, 1993.Salermo & Tcacenco, (1986) relataram teores de até 60% com o aumento da idade da planta de duas para quinze semanas, o que não é, obviamente, um valor real para as práticas de manejo preconizadas, que prevêem pastejos a cada 30 a 60 dias. Comparando com outras espécies no mesmo estádio, o azevém tem a tendência a ser mais pobre em MNT (materiais nitrogenados totais), o azevém tem tendência a sermais rico em glicídios solúveis que outras gramíneas com condições comparáveis
O azevém é uma forrageira conhecida pelo seu elevado valor nutritivo (proteína bruta) de acordo com as informações citadas em Pupo (1979), possui 3% de proteína bruta na matéria verde e 18,5 % na matéria seca. Dessa forma, sabe-se que a proteína bruta varia com a cultivar e a idade da planta, sendo sempre relatados...
tracking img