O processo evolutivo das bibliotecas da antiguidade ao renascimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4920 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O PROCESSO EVOLUTIVO DAS BIBLIOTECAS DA ANTIGUIDADE AO RENASCIMENTO

THE PROCESS EVOLUTIONARY OF LIBRARIES FROM ANTIQUITY TO THE RENAISSANCE



RESUMO


O artigo apresenta uma visão histórica sobre a trajetória da biblioteca através dos tempos tendo como complementos a figura do bibliotecário no decorrer dessa evolução. Expõe-se a gênese das bibliotecas e a evolução de suas funçõesde depositória dos registros do conhecimento a um veículo de apropriação e disseminação da informação, resgatando por fim, de forma sucinta, a história das bibliotecas dos principais períodos da história até chegar às bibliotecas de consumo durante o período do Renascimento.


PALAVRAS-CHAVE: Bibliotecas. Evolução histórica. Bibliotecário.

ABSTRACT
The article presents ahistorical overview on the history of the library over time with the additional figure of the librarian in the course of evolution. Exposes itself to the genesis and development of its library functions of the records of knowledge depository a vehicle for ownership and dissemination of information, finally recovering, so brief, the history of libraries of the major periods of history up to thelibraries of consumption during the Renaissance.

KEY-WORDS: Libraries. Historical evolution. Librarian

1 INTRODUÇÃO

Desde o início da humanidade, o homem tem se preocupado em registrar todo o conhecimento por ele produzido. Esta forma de registro evoluiu desde os blocos de argila até o armazenamento de dados em uma rede digital. Então se questiona: foi somente pela existência dasbibliotecas que o homem se encontra hoje nesse período evolutivo, uma vez que o conhecimento do passado serviu de suporte para as novas descobertas? É a partir desse questionamento, que o estudo pretende discutir. Acredita-se que tal seja verdade, devido à importância que essas “casas da sabedoria” sempre representaram.
Este artigo trata do processo evolutivo das bibliotecas da Antiguidade aoRenascimento e objetiva identificar sua importância através do tempo para a preservação e conservação do conhecimento humano, além de descrever as diferenças de atendimento, estrutura, funcionalidade de cada uma delas e colocando sua importância em evidência no decorrer dessa trajetória.
Em relação aos procedimentos metodológicos utilizados pata sua construção, foi realizada uma pesquisa bibliográfica,pois conforme cita Gil (2010), esse tipo de pesquisa oferece meios para definir, resolver, não somente problemas já conhecidos, como também explorar novas áreas onde os problemas ainda apresentam abordagens diversas ou inconformidades. Ainda sobre a pesquisa bibliográfica, Cervo e Bervian (2002, p. 65) dizem que ela “procura explicar um problema a partir de referências teóricas publicadas emdocumentos. Pode ser realizada independentemente ou como parte da pesquisa descritiva ou experimental”.
A palavra biblioteca é originária do grego bibliotheke, que chegou até nós através da palavra em latim bibliotheca, derivada dos radicais gregos biblio e teca que, respectivamente significam livro e coleção ou depósito. Enfim, etimologicamente, significa depósito de livros (CUNHA, 1997).
No entanto,no sentido contemporâneo, como salienta Souza (2005), a palavra biblioteca não deve apenas se referir a depósito de livros, mas sim a toda e qualquer compilação de dados registrados em diversos suportes, seja em meio físico, eletrônico, digital ou virtual. Além disso, caso o acervo esteja em meio eletrônico ou virtual, o conceito se amplia e o acesso ao seu acervo e serviços pode ser universal.2 AS BIBLIOTECAS DA ANTIGUIDADE

Foram muitas as bibliotecas na Antiguidade e é interessante dizer que eram bastante distintas entre si. As diferenças entre elas se davam de acordo com o tipo de suporte que fazia parte de seu acervo. Inicialmente, temos as bibliotecas minerais e, posteriormente, as bibliotecas vegetais e minerais (MARTINS, 2002).
Nesse período, as bibliotecas não tinham...
tracking img