Saude publica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9061 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Redalyc
Sistema de Información Científica
Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

Sousa Campos, Gastão Wagner de SAÚDE PÚBLICA E SAÚDE COLETIVA: CAMPO E NÚCLEO DE SABERES E PRÁTICAS Sociedade e cultura, Vol. 3, Núm. 1-2, enero-diciembre, 2000, pp. 51-74 Universidade Federal de Goiás Brasil
Disponible en:http://redalyc.uaemex.mx/src/inicio/ArtPdfRed.jsp?iCve=70312129004

Sociedade e cultura ISSN (Versión impresa): 1415-8566 robertolima@fchf.ufg.br Universidade Federal de Goiás Brasil

¿Cómo citar?

Número completo

Más información del artículo

Página de la revista

www.redalyc.org Proyecto académico sin fines de lucro, desarrollado bajo la iniciativa de acceso abierto

SAÚDE PÚBLICA E SAÚDE COLETIVA: CAMPO E NÚCLEO DE SABERES EPRÁTICAS
Gastão Wagner de Sousa Campos*

Resumo
Oa t g d s u eoc m oeon c e d s b r sed p á i a d s ú ec l t v a rio ict ap úlo e aee e rtcs a ad oeia partir de uma metodologia dialética, pensando-a para além do positivismo e do estruturalismo e fazendo-se uma crítica a sua tendência de assumir posição de transcendência sobre o campo da saúde. A partir dessa análise, são elaboradas sugestõespara debate, relacionadas centralmente com uma saúde coletiva entendida como uma cntuã scoitrc d sjio cnrts osrço oihsóia e uets oceo. P l v a - h v : s ú e pública; saúde coletiva; construtivismo. aarscae ad

Sinais de glória e sintomas de crise: algumas questões sobre a saúde coletiva Repensar a saúde coletiva aproveitando-se da história e da tradição da saúde pública. Entendê-la tanto como umcampo científico quanto como um movimento ideológico em aberto, conforme sugeriram Naomar Almeida Filho e Jairnilson S. Paim (1999). Um movimento que, sem dúvida, no Brasil, contribuiu decisivamente para a construção do Sistema Único de Saúde (SUS) e para enriquecer a compreensão sobre os determinantes do processo saúde e doença. Mas também reconhecer que o modo como vem ocorrendo suainstitucionalização tem bloqueado a reconstrução crítica de seus próprios saberes e práticas, provocando uma crise de identidade manifesta em sua fragmentação e diluição enquanto campo científico.
* Doutor em Saúde Coletiva e Chefe do Departamento de Medicina Preventiva e Social da FCM/Unicamp.

Sociedade e Cultura, v. 3, n. 1 e 2, jan/dez. 2000, p. 51-74

51

Essa crise tem como sintomas uma sériede dilemas que vêm sendo analisados pelos especialistas: a saúde coletiva haveria criado um novo paradigma, negando e superando o da medicina e o da antiga saúde pública? Saúde coletiva corresponderia a todo o campo da saúde, ou apenas a uma parte? A expansão do SUS provocaria um crescimento automático das práticas de saúde coletiva? Saúde pública abarcaria todo o sistema estatal de saúde,indicando o contrário de práticas privadas? Ou nomearia também uma profissão e um campo de práticas? A noção de produção social da saúde, central à saúde coletiva, seria oposta ou complementar à de história natural do processo saúde e doença, adotada pela clínica como modelo explicativo? Mais do que buscar definições formais, importaria reconhecer que uma teoria e seus conceitos têm implicações, aindaque não absolutas, sobre as práticas sociais (Donnangelo, 1983; Bourdieu, 1983; Testa, 1983). Busca-se, portanto, um método de reflexão para analisar a saúde coletiva não somente baseado em apriorismos teóricos, mas também em compromisso concreto com a produção de saúde. Já que a produção de saúde é função e finalidade essencial, sem a qual não se está autorizado a falar em trabalho em saúde.Nesse sentido, a ambigüidade e a ubiqüidade do conceito de saúde coletiva têm também contribuído para a fragmentação e para o enfraquecimento do seu campo de saber e de práticas. Admite-se hoje a inevitável existência de uma certa indefinição de limites entre as disciplinas. O mesmo ocorre com os campos de prática. Nesse sentido, quase todo campo científico ou de práticas seria interdisciplinar e...
tracking img