santo agostinho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1568 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto



Biografia[editar | editar código-fonte]
Infância e educação[editar | editar código-fonte]

Agostinho sacrificando para ídolos maniqueístas. Até se converter ao cristianismo, Agostinho se interessou por diversas filosofias e religiões.
Atribuído a Aert van den Bossche. Atualmente na Mauritshuis, em Haia.
Agostinho nasceu em 354 no municipium de Tagaste na África romana12 13 . Suamãe, Mônica, era uma cristã devota e seu pai, Patrício, um pagão convertido ao cristianismo no leito de morte14 . Estudiosos acreditam que entre seus ancestrais estavam berberes, latinos e fenícios15 , mas ele próprio considerava-se um púnico16 . Seu nomen, Aurelius, sugere que os ancestrais de seu pai eram libertos da gens Aurelia que receberam a cidadania romana depois do Édito de Caracala em 212 e,portanto, a família já era romana do ponto de vista legal por pelo menos um século quando Agostinho nasceu17 . Assume-se que Mônica era berbere por causa do nome15 18 , mas, como a família era formada por honestitores, uma classe mais elevada de cidadãos chamados de "homens honrados", é muito provável que Agostinho tenha sido educado em latim15 . Aos onze anos, ele foi enviado para uma escolaem Madauro (moderna M'Daourouch), uma pequena cidade numídia a apenas 30 quilômetros ao sul de Tagaste, e ali aprendeu literatura latina e as práticas e crenças pagãs19 . Foi ali também, por volta de 369 ou 370, que leu o diálogo perdido de Cícero, "Hortêncio", que o próprio Agostinho credita como responsável por despertar seu interesse em filosofia20 .
Aos dezessete, graças à generosidade de um amigo,Romaniano20 , Agostinho mudou-se para Cartago para estudar retórica. Embora tenha sido criado um cristão, passou a seguir ali o maniqueísmo, para desespero de sua mãe21 . Como todos os jovens de sua época e classe social, Agostinho adotou um estilo de vida hedonista por um tempo, associando-se a outros jovens que se vangloriavam de suas aventuras sexuais com mulheres e homens. Os mais velhosestimulavam os mais inexperientes a contar ou inventar histórias sobre aventuras para que fossem aceitos22 . É deste período uma famosa oração de Agostinho, "Senhor, conceda-me castidade e continência, mas não ainda"23 .
Dois anos depois, Agostinho iniciou um romance com uma jovem cartaginense, mas, provavelmente para manter-se em condições de realizar o desejo de sua mãe de casar com alguém de suaprópria classe social, o casal se manteve emconcubinato24 por mais de treze anos, período no qual tiveram um filho, Adeodato25 , um rapaz considerado extremamente inteligente por seus contemporâneos26 .
Professor de retórica[editar | editar código-fonte]
Entre 373 e 374, Agostinho ensinou gramática em Tagaste. No ano seguinte, mudou-se para Cartago para dirigir uma escola de retórica e lápermaneceu pelos nove anos seguintes20 . Perturbado pelo comportamento indomável de seus estudantes, fundou, em 383, uma escola em Roma, onde acreditava estarem os maiores e mais brilhantes retóricos. Porém, se desapontou com a apatia com que foi recebido pelas escolas romanas. Para piorar, seus estudantes, quando chegava o momento de pagar pelas aulas, simplesmente fugiam. Seus amigos maniqueístas entãoo apresentaram ao prefeito urbano, Símaco, que tentava conseguir um professor de retórica para servir na corte imperial em Mediolano (Milão)27 . Agostinho conseguiu a posição e viajou para o norte para assumi-la no final de 384. Aos trinta anos de idade, já havia conquistado a mais visível de todas as posições acadêmicas do mundo latino, justamente numa época que tais postos eram portas deentrada para carreiras políticas. Neste período, embora demonstrasse algum fervor pelo maniqueísmo, jamais tornou-se um iniciado (um "eleito"), permanecendo um "ouvidor", o nível mais baixo da hierarquia da seita27 .
Ainda em Cartago, já havia começado a se distanciar do maniqueísmo, em parte por causa de um frustrante encontro com o bispo Fausto de Milevi, um importante expoente da teologia...
tracking img