Salto para a piscina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3889 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice

Introdução Pág 3

Introdução à Psicoterapia
Psicoterapia Pág 4
Tipos de Psicoterapia Pág 5

Biografia de Sigmund Freud Pág 6

Psicanálise Pág 7
Livre Associação Pág 9
Interpretação de Sonhos Pág 10
Conteúdo Manifesto e Conteúdo Latente Pág11
Resistência Pág 12Transferência Pág 13

Glossário Pág 15

Conclusão Pág 17

Netgrafia Pág 18

Bibliografia Pág 19

Introdução

Este trabalho foi realizado no âmbito da disciplina de Psicologia e tem como tema A Terapia Psicanalítica.

Com a realização do trabalho pretende-se dar a conhecer um pouco mais sobre a terapia psicanalítica. Para uma melhorcompreensão, dividimo-lo por tópicos de forma a facilitar não só a leitura como a compreensão dos temas:

• Introdução a Psicoterapia;
• Biografia de Sigmund Freud;
• Psicanálise.

Este trabalho desenvolve capacidades ao nível da pesquisa, organização, tratamento de informação. O conhecimento de vários tipos de psicoterapias.

Psicoterapia
A psicoterapia surgiu na mesma altura doantigo “tratamento moral” ter sido aperfeiçoado por Philippe Pinel e do “tratamento magnético” ter sido inventado por Franz Anton Mesmer.
No primeiro caso o médico procura, no doente, um “resto de razão” através do qual a consciência alienada escapa à loucura. Enquanto que no segundo, considera a existência de um fluido (ou magnetismo animal) a causa do distúrbio psíquico.
Em 1784, o marquêsArmand de Puységur vai proceder à substituição do “tratamento magnético” pelo que viria a ter o nome de hipnose.
Mais tarde, Bernheim substituí o hipnotismo pela sugestão, abrindo caminho para a ideia de uma terapia fundamentada na relação psicológica.
Freud, por sua vez, vai abandonar a hipnose, a sugestão e a catarse, dar o nome de transferência à relação entre o médico e o doente eaperfeiçoar a psicanálise, o único método moderno de psicoterapia baseado numa exploração do inconsciente e da sexualidade (libido), considerados os grandes universais da subjectividade humana.
A psicoterapia analítica (ou psicanalítica) é uma psicoterapia que se apoia nos princípios teóricos da análise freudiana, sem adoptar todas as condições da técnica psicanalítica clássica. Em todos os países domundo, desde o seu ‘nascimento’ a psicanálise entrou em conflito com outras formas de psicoterapia por se haver ‘misturado’ nelas a ponto de desaparecer como tal, ou por lhes haver oposto uma forte resistência.

Alguns tipos de terapias

Psicanálise - Desenvolveu abordagens ao sofrimento psíquico, procurando desvendar as causas inconscientes que se manifestam nas perturbações do paciente. Apsicanálise dividiu-se em várias correntes, por exemplo, W. Reich, um discípulo de Freud, desenvolveu uma corrente da psicanálise centrada na sua abordagem da linguagem e na expressividade corporal, ou seja, na manifestação de emoções (terapia psicocorporal).
Terapias Cognitivo-comportamentais - Com o objectivo de eliminar os comportamentos perturbadores, como as fobias e os comportamentosobsessivo-compulsivos, surgiram, na década de 60, as “novas terapias”. Com as novas terapias cognitivo comportamentais pretendia-se mudar o comportamento mas nunca a personalidade; o paciente aprende, com a orientação do psicólogo, a viver as situações de outro modo.
Terapias Sistemáticas - As terapias sistemáticas pertencem ao grupo de psicoterapias de comunicacação, que, tal como o nome indica, visamagir na maneira como nos relacionamos com os outros e sobre as potenciais dificuldades de comunicação. Parte-se do principio de que o sofrimento de uma pessoa só pode ser compreendido no contexto dos grupos a que esta pertence. As dificuldades de uma pessoa são frequentemente a comunicação de problemas comunicacionais na família e no trabalho, por exemplo.
Terapias Humanistas - As terapias...
tracking img