Roma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1455 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Roma
Localização: Península Itálica

Origem:
1.1. Histórica: Segundo a origem histórica, Roma teria surgido de uma aglutinação de aldeias latinas, pela ação dos etruscos.
1.2. Lendária: Ámulio, rei e tio de Rômulo e Remo, ordenou que estes fossem jogados no rio Tibre para não perder o poder, as crianças sobreviveram, foram encontradas e alimentadas por uma loba, cresceram, mataram o rio,Rômulo matou Remo e acabou tornando-se rei de Roma.

Divisão histórica da Roma antiga:
Monarquia (753 a.C. – 509 a.C.) {7 reis e 1 senado vitalício}
República (509 a.C. – 27 a.C.) {Magistratura, senado e assembléias}
Império (27 a.C – 476 d. C.)

Divisão social:
1.1. Patricios: Grandes proprietários rurais considerados cidadãos.
1.2. Plebeus: Trabalhadores assalariados, nãotinham direitos sociais.
1.3. Clientes: Plebeus apadrinhados por patrícios.
1.4. Escravos: Prisioneiros de guerra, por divida e do comércio de escravos.

*15 anos após a instalação da república romana, os plebeus retiraram-se para o monte Aventino com o objetivo de adquirir direitos sociais e civis.

*Os plebeus tinham função fundamental em campanhas militares, com o tempoadquiriram certos direitos sociais e servis.

Conquistas dos Plebeus:
1.1. Lei das 12 Tábuas: Leis comuns a patrícios e plebeus;
1.2. Tribuno da Plebe: Representação direta dos plebeus nos tribunais;
1.3. Lei Canuléia: Permitia o casamento entre plebeus e patrícios;
1.4. Lei Licínia: Proibia a escravidão por dividas;

Expansão Territorial
1.1. Interna: Dentro daprópria Península Itálica;
1.2. Externa: A crescente expansão romana começou a preocupar Cartago, cidade-estado de origem fenícia localizada no norte da áfrica, que dominava a Córsega e a Sardenha. A rivalidade entre as duas potências eclodiu nas Guerras Púnicas.

*As Guerras Púnicas entre Romanos e Cartagineses, foram em número de três; após a vitória Romana nas guerras, e as conquistasterritoriais na região do mediterrâneo, houve a consolidação do poderio romano.

Consequências de Guerras:
1.1. Enriquecimento dos patrícios;
1.2. Empobrecimento dos plebeus;
1.3. Escravos;
1.4. Êxodo rural;
1.5. Aumento das fronteiras;
1.6. Direito romano;
*Sentindo necessidade de melhor organizar a sociedade romana e suas terras conquistadas, foi criado oDireito Romano, baseado na legislação de Sólon (Grécia) com o intuito de organizar a sociedade romana sob uma legislação única.

Crise da República Romana

Entre diversos motivos, as diferenças sociais entre ricos e pobres, gerou enorme descontentamento entre as camadas populares, provocando conflitos sociais que começaram a abalar a república. Algumas pessoas achavam que para sair da crise,era necessárias mudanças, entre os defensores desse ponto de vista estão:
1.1. Os Irmãos Graco: Tibério Graco lutava com uma reforma agrária que pusesse fim no êxodo rural e estabelecesse limites de terra. Caio, tentando baixar o preço do trigo criou a lei Frumentária.
1.2. Generais Mário e Sila: Militares que se alternaram no poder, estabelecendo uma espécie de ditadura.
1.3.Os Triunviratos:
1º Pompeu, Crasso e Júlio César (ditador romano que foi assassinado).
2º Lépido, Marco Antônio (vai para o Egito, apaixonado por Cleópatra e se suicida) e Otávio (primeiro imperador).

Império Romano

O império romano se da com a extinção dos triunviratos; Seu primeiro imperador foi Otávio, também chamado de Augusto (titulo reservado a Deuses) que promoveu grandes reformasna sociedade romana, perdoou dividas de camponeses, distribuiu alimento e dinheiro para população em momentos de crise.

* Pax romana: período de paz e prosperidade;
* Politica de pão e circo: entretenimento e diversão para esconder a crise;
* Nascimento de cristo, durante o império romano;
* Atuação de mecenas (ministros que valorizavam as artes);

Após a morte de Otávio,...
tracking img