Roma e os imperadores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1835 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Roma a Vida e os Imperadores

1. Entre César e Augusto: o nascimento do Império
Apresenta a dinastia, a vida e o legado de Júlio César (século I a.C. a III d.C), assim como as guerras dos romanos e a conquista da Gália. Neste núcleo, conhece – se ainda grandes monumentos e estátuas romanas e conta com referências a Augusto, assim como à religião e à fundação da cidade que se tornarialegendária.
- O mundo de César. As guerras dos romanos. A conquista da Gália.
- O mundo de Augusto. A cidade de Roma e seus monumentos. A família, amigos, intelectuais.
- O processo de romanização e da fundação da cidade.
- A representação do poder. Capitolino Religião e Culto Imperial.
2. Nero
O luxo e a opulência que marcaram o legado do imperador Nero, tornado soberano aos 17 anos, estãopresentes neste núcleo. Exemplificada pelo grande número de joias em ouro, prata e esmeraldas, objetos do cotidiano de grande valor e elementos que fazem referência ao universo feminino da época, a riqueza exacerbada eleva Roma, ainda mais, ao status de Império imponente e consolidado.
- O Mundo de Nero.
- Nero artista.
- Teatro.
- Luxo. O mundo feminino: retratos, joias e objetos para abeleza.
3. O apogeu do Império
Estão os jogos do Circo e do Coliseu. Neles, a força e o poder se misturam com gladiadores e grandes lutas. Trata-se das atividades de “pão e circo”, que eram parte da rotina dos romanos nos tempos áureos do Império, sendo representadas também na arquitetura, nas atividades domésticas e cotidianas dos que lá viviam. Por isso, imagens e artefatos da cidade e docomércio da época, bem como retratos de imperadores e familiares também estão nesta parte da exposição.
- Os jogos do circo e do Coliseu: as raças e gladiadores.
- O domus e moradia. A casa de Pompeia.
- A vida em família e cotidiano: trabalhar, brincar, escrever e a intimidade.


4. Um Império multicultural
A última parte da exposição explora as variadas origens dos costumes romanos.Tendo dominado vastas regiões de distintas etnias em três continentes diferentes – Europa, África e Ásia –, as religiões (como sincretismo de deuses e introdução de novos cultos, como Mitra e Isis), os elementos de culturas regionais (de tribos africanas e comunidades asiáticas) e a miscigenação de povos foram fundamentais para a formação da sociedade romana.
- Religiões orientais.
- O povo daperiferia para o centro do império.
- Da Europa para a África para a Ásia.
- Entre romanos e bárbaros.
Destaques da Exposição
Entre os destaques estão três paredes com afrescos da Vila de Pompeia, as estátuas de Júpiter, de Lívia (esposa de Augusto) e da deusa Isis, a Cabeça Colossal de Júlio César em mármore, máscaras teatrais, escultura de Calígula, Armadura de Gladiador, desenhos doColiseu, a Lamparina de Ouro e cerca de 60 joias.
Sociedade Romana
A sociedade Romana: Era constituída de Hierarquias rígidas com mobilidade social limitada na vértice.

Aristocratas : membro das velhas famílias pertencentes ao senado o Imperador reduziu os seus poderes
mas os senadores eram indispensáveis pois o Império era vastíssimo.

Grupos do exército e daadministração: escolhidos pelo Imperador esta categoria formou uma moderna
burocracia, eram cargos de confiança do Imperador.
Escravos Libertos: os que eram ricos eles não tinham cargos mas tinham influencia por causa dos seus
antigos donos que eram homens importante a começar pelo Imperador.

A Massa: estavam abaixo de tudo de gente livreentre eles pequenos proprietários de terras, artesãos,
comerciantes e advogados mas a grande parte era formado por camponeses assalariado e
cidadãos pobres sem posses não se distinguia dos escravos como teor de vida.

As Moradias: chamada de Domus era um único andar horizontalmente pequenos quartos escuros sem
decoração com poucas janelas...
tracking img