Rochas do grupo cuiaba

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1012 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CONSIDERAÇÕES SOBRE A GEOLOGIA DA
ÁREA URBANA
A cidade de Cuiabá está situada sobre litologias
deformadas pertencentes ao Grupo Cuiabá, as quais
são constituídas por rochas de baixo grau de metamorfismo,
tais como filitos, metarenitos e metarcóseos,
com xistosidade bem desenvolvida e intensamente dobrada
e fraturada durante vários ciclos tectônicos de
idade pré-cambriana (figura 2).
Osprimeiros trabalhos que descreveram os aspectos
geológicos das rochas do Grupo Cuiabá e a
constatação da existência de estruturas dobradas nas
regiões da Província Serrana e Baixada Cuiabana são
de Evans (1894). A individualização do Grupo Cuiabá,
como unidade litoestratigráfica, foi feita por Almeida
(1964). Esse autor foi o primeiro a reconhecer essa
faixa de dobramentos marginal aoCráton, propondo a
designação Geossinclíneo Paraguai para agrupar as três
zonas estruturais que a compõe, as quais sejam: a Zona
da Baixada do Alto Paraguai, da Província Serrana e
Baixada Cuiabana.
É importante ressaltar que, na década de setenta,
o Departamento Nacional de Produção Mineral
(DNPM) e a Companhia Pesquisa de Recursos Minerais
(CPRM) realizaram inúmeros trabalhos de mapeamentosgeológicos sistemáticos em regiões onde ocorre
o Grupo Cuiabá.
Através de trabalhos de campo e interpretação
dos dados a partir da caracterização litológica e arranjo
estrutural do substrato metamórfico de baixo grau que
compõe o Grupo Cuiabá, Migliorini (1999) propôs para
esse Grupo, em termos de litofácies ou conjuntos
litológicos, as seguintes denominações:

Barboza E. S. 2008. Gênese eControle Estrutural das Mineralizações Auríferas do Grupo Cuiabá, na província Cuiabá-Poconé, Centro Sul do Estado de Mato Grosso. FGEL-UERJ.
Passchier C. W. & Trouw R. A. J. 2005. Microtectonics. Springer. NewYork..
Silva C. H. 1999. Caracterização Estrutural de Mineralizações Auríferas do Grupo Cuiabá, Baixada Cuiabana (MT). IGCE-UNESP Rio Claro.
Zwart H. J. 1962. On the determination ofpolymetamorphic mineral associations, and its application to the Bosost area (central Pyrenees). Geol Rdsch 52: 38-65.

Figura 1 – Fotomicrografias das rochas do Grupo Cuiabá, na Mineração Casa de Pedra, para maiores detalhes ver o texto. Fotos (a), (b), e (c) em polarizadores paralelos. Fotos (d) e (f) em polarizadores cruzados. Foto (e) polarizador a 45°.
CETESB (1993) - Legislação: Águapara Consumo Humano - Potabilidade - Fluoretação Série Documentos, São Paulo, p. 53-63.
Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater (1985). APHA, AWWA, WPCF, 16 th ed., Port City Press, Baltimore, 770p.
TEIXEIRA, Telma P.de Barros. (1997). Avaliação do Setor de Saneamento no Estado de Mato Grosso: Estudo de Caso Subbacia do Rio Cuiabá. Cuiabá, 123p.(Monografia de Especializaçãoem Qualidade Ambiental e Recursos Hídricos-Deptº. Engª. Sanitária e Ambiental/UFMT).
VECCHIATO, A. B. Foto interpretação geológico-geotécnica aplicado ao planejamento urbano de Cuiabá e Várzea Grande-MT. São Paulo, 1987. Dissertação (Mestrado em Agricultura) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, USP, 1987.

CONCLUSÕES PRELIMINARES
O Grupo Cuiabá, nas regiões de Cuiabá e VárzeaGrande é livre, heterogêneo e anisotrópico em relação às suas condições aqüíferas, comportando-se não como um aqüífero de grande extensão, mas como detentor de zonas aqüíferas.
Em geral, as melhores vazões foram localizadas nas regiões de Várzea Grande (no Aeroporto Mal. Rondon e imediações) e a sudeste da cidade de Cuiabá (nos bairros Pascoal Ramos, Parque Nova Esperança, Pedra Noventa, DistritoIndustrial, São Francisco e Quebra Pote). Este resultado deve-se à grande concentração de falhas e veios de quartzo encontrados nos metarenitos das regiões.
Nas análises físico-químicas foram encontradas concentrações elevadas de Fe (Ferro) nas águas subterrâneas, decorrentes da lixiviação do solo laterítico, característico do Grupo Cuiabá.
As análises bacteriológicas mostraram uma elevada...
tracking img