Resumo - principios de linguistica descritiva- mario perini- capitulo v

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1488 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PERINI, Mário A., Componentes do Significado et Onde entra a Gramática. In: Princípios de lingüística descritiva: introdução ao pensamento gramatical. São Paulo: Parábola, 2006. pp 55-65.

CAPÍTULO CINCO
COMPONENTES DO SIGNIFICADO

Estratégias de Interpretação
Segundo o autor o significado que transmitimos através da fala é captado pelo ouvinte a partir de vários tipos deelementos que funcionam corno pistas, como foi verificado no capítulo 3 a contribuição das palavras devido a estrutura das frases, como é exemplificado em:
[1] A mão de Vera estava em cima da mesa. (relação de posse)
[2] O copo de plástico estava em cima da mesa. (material)
Nas relações acima Perini demonstra que a informação fornecida pelas palavras mais a estrutura gramatical não é suficiente paraexplicar o significado das mesmas, o que vai nos permitir interpretar tais sentenças e o significado que se extrai de cada uma delas é a aplicação de interpretações mentais onde estas não se baseiam só no que se escuta, ou na grafia (a sequência de palavras) “ Parte dessas interpretações se baseia em nosso conhecimento geral do mundo.” (PERINI, p 56)
Para o autor para conhecermos tal processoprecisamos nos valer de duas estratégias básicas:

Estratégia léxico-gramatical:
Que se baseia nas indicações formais e no conhecimento da língua atribuindo uma ou mais interpretações semânticas á expressão. A qual se rejeita uma ou mais interpretações se for necessário

Estratégia Cognitiva:
Considerada uma expressão não muito adequada pelo autor, pois segundo o mesmo nosso conhecimentoléxico-gramatical é também a rigor cognitivo. Essa estratégia se realiza através de dois tipos de recursos aplicados pelo receptor simultaneamente ou em mistura durante a interpretação das expressões e se diferenciam apenas pelo tipo de conhecimento que lançam mão sendo eles: o conhecimento da língua ou conhecimento do mundo extralingüístico.

Os dois Componentes
Vimos no texto que o significado queconseguimos extrair de uma expressão lingüística provém de uma colaboração de vários fatores, nem todos eles certamente lingüísticos Perini explica que em situações reais de comunicação, é provável que nunca se usem exclusivamente esses recursos ou seja, provavelmente submeteremos todos os enunciados que recebemos ao escrutínio da estratégia léxico-gramatical e também ao da estratégia cognitivaCAPÍTULO SEIS
ONDE ENTRA A GRAMÁTICA

Regras Gramaticais
O léxico-gramatical depende, para funcionar, de um conjunto bastante complexo de operações menores, segundo Perini é o que chamamos de regras onde essa estratégia usa todo o nosso conhecimento da estrutura da língua, tanto no que diz respeito à forma quanto ao significado.
A gramática da língua um dos recursos dessa estratégia, ondea mesma pode ser entendida como “um conjunto de instruções para construir e interpretar unidades: sintagmas, frases, orações e períodos.” (PERINI, p 59)
Segundo o autor essas instruções o regras são tradicionalmente distintas em quatro tipos principais:
regras fonológicas: que descrevem a pronúncia das formas da língua;
regras morfológicas: que descrevem a estrutura das palavras;
regrassintáticas: que descrevem a organização das sentenças;
regras semântica ou regras de interpretação: que relacionam as formas descritas pelas regras morfológicas e sintáticas com seus respectivos significados onde Perini ressalta sua preferência pelo termo segundo qual seria mais correto chamar essas regras de simbólicas devido estabelecer a relação entre forma e significado.
.
DefiniçõesConsiderando as regras sintáticas e semântico Perini exemplifica conceitua definição como no exemplo abaixo:
- A forma eu é usada como sujeito e a forma me como objeto.
[1] Eu chamei o advogado
[2] O advogado me chamou
Segundo o mesmo é preciso que se tenha um bom conhecimento do que é um sujeito e um objeto e assim se pode definir portanto o sujeito como termo com o qual o verbo concorda ficando...
tracking img