Resumo livro nascimento da tragedia cap 6 a 10

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (383 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do livro Nascimento da Tragédia (cap.6 a 10).
A canção popular foi introduzida à literatura pelo poeta Grego Arquíloco, a qual é considerada o espelho musical do mundo. Há uma analogia entremúsica e poesia que pode ser expressa pela imaginação de um universo de imagens que fluem da música criando um universo imaginário matizado. Estas imagens figuradas, criadas pelo poeta do som causamum efeito ofegante que é designado por fenômeno lírico. Através da linguagem não é possível exprimir este fenômeno simbólico universal da música.
A origem da tragédia surgiu do coro trágico e tem comoessência a representação constitucional do povo e sua significação na liberdade poética a fim de isolar-se do mundo real.
Na concepção de Schlegel, contradiz a idéia da visão histórica do coro comosendo realidade empírica, segundo ele trata-se de uma obra prima. Já Schiller afirma ser um idealismo falso na qual se exprime através da arte.
O consolo metafísico é um estado de conforto que seexalta pelo sentimento das coisas que permanecem através dos tempos, apesar das mudanças históricas, denominada história universal.
Na visão de Hamlet, para atuar deve-se camuflar a inteligência, a fimde não modificar a essência das coisas. A arte tem o poder de transmutar o sentimento repulsivo e repugnante em um ato de salvação.
O autor coteja a idéia de que o Sátiro e o pastor são osprimórdios do homem, ao contrario da ciência que afirma que o homem evoluiu do macaco, porem o homem não pode ser símile ao sátiro devido as suas características divinas.
Os espectadores do teatro Grego seentremeavam na cena como se fossem atores estáticos a contemplar a própria representação.
O coro trágico denota uma realidade peculiar em relação ao teatro, donde o poeta vive e atua cercado dosespectadores em uma redoma que centra a expectativa mais íntima do seu ser enquanto poeta-“concepções eruditas sobre tal processo elementar”.
Nietzsche nos remete sobre a serenojovialidade Grega com...
tracking img