Resumo literatura de dois gumes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1213 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO DO TEXTO LITERATURA DE DOIS GUMES

Segundo o autor Antônio Cândido, não seria viável fazer uma comparação entre literatura brasileira e a história social do Brasil, pois poderia parecer uma realidade mecanizada, como se os fatos históricos fossem determinantes dos fatos literários, ou como se a literatura fosse dependente dos acontecimentos históricos.
A criação literáriaprima pela liberdade, fazendo-a independente sob variados aspectos. Nesta obra, o autor mostrará literatura brasileira sendo encarada mais como fato histórico do que como fato estético, pois ele quer mostrar de que maneira está ligada a aspectos fundamentais da organização social, da mentalidade e da cultura brasileira, em vários momentos da sua formação.
A ligação entre literatura esociedade é perceptível quando encontramos sugestões e influências desta naquela.
O aspecto mais interessante da literatura nos países da América é a adaptação dos padrões estéticos e intelectuais da Europa às condições físicas e sociais do Novo Mundo, por intermédio do processo colonizador, de que é um episódio, nisso podemos dizer que a formação de nossas literaturas são essencialmenteeuropéias; por outro lado, este tipo de literatura veio atuar em regiões desconhecidas, habitadas por povos de cor e tradição diferentes (no caso do Brasil, primitivos), aumentando a complexidade do panorama. Em conseqüência, a literatura foi obrigada a imprimir na expressão herdada certas inflexões que a tornaram capaz de exprimir também a nova realidade natural e humana, e elas foram se tornandovariantes de tal modo diferenciadas das literaturas matrizes que, já nos últimos cem anos, chegaram nalguns casos a influir nelas.
Quanto ao Brasil estas observações são necessárias, apesar de óbvias, porque a nossa crítica naturalista, prolongando sugestões românticas, transmitiu por vezes a idéia enganadora de que a literatura foi aqui produto do encontro de três tradições culturais: a doportuguês, a do índio, e a do africano. Ora, as influências dos dois últimos grupos só se exerceram no plano folclórico. Portanto, o que houve não foi fusão prévia para formar uma literatura, mas modificação do universo de uma literatura já existente.
Vê-se que no Brasil a literatura foi de tal modo expressão da cultura do colonizador, e depois do colono europeizado, herdeiro dos seus valorese candidato à sua posição de domínio. As culturas dominadas serviam de chacota, para realçara o contraste que havia entre a cultura dominante e a cultura dominada.
Ainda mais drástico foi o caso da língua geral, o tupi guarani adaptado pelos jesuítas e falado correntemente por toda a população bilíngüe em diversos lugares e que foi proibida em São Paulo. A literatura desempenhou papelsaliente nesse processo de imposição cultural, obviamente identificados aos valores sancionados da civilização metropolitana. Para eles as letras deviam exprimir a religião imposta aos primitivos e as normas políticas encarnadas na Monarquia; esse intuito de controle social é expresso pela atividade cultural da Igreja e do Estado, ao promoverem manifestações literárias para comemorar as festasreligiosas, as datas ligadas à Família Real, a movimentação das autoridades, os acontecimentos políticos e militares. Dessas comemorações de reforço ficaram documentos importantes, que constituem uma parte considerável da vida literária do nosso passado e testemunham a função ideológica de uma literatura diretamente ligada aos mecanismos de dominação; verificamos coisa parecida nas Academias fundadasno século XVIII com intenção de durar e promover grandes estudos. Por isso não espanta que promovessem a celebração direta da Ordem por meio das Letras, louvando as normas da colonização, defendendo e justificando a obra do colonizador, ecoando a palavra das autoridades.
Em todos eles predomina a idéia conformista que a empresa colonizadora foi justa e fecunda, devendo ser aceita, louvada como...
tracking img