Resumo geografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1963 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
População absoluta ou total: Número total de habitantes de uma determinada área geográfica (país, região, concelho, cidade).

Densidade populacional: Número de habitantes por unidade de superfície.

As áreas menos populosas coincidem com as grandes cadeias montanhosas, com desertos, com florestas equatoriais e com regiões polares.

Regime demográfico primitivo: Crescimento populacionallento. As taxas de mortalidade e de natalidade tinham valores muito elevados em todo o mundo, pelo que as taxas de crescimento mundial eram muito baixas.

Revolução demográfica: Rápido crescimento da população mundial. As taxas de natalidade tinham valores elevados em todo o mundo e as taxas de mortalidade dos países mais desenvolvidos diminuíram muito. Assim as taxas de crescimento natural dospaíses mais desenvolvidos aumentaram.

Explosão demográfica: O maior crescimento da população mundial, devido às elevadas taxas de natalidade dos países menos desenvolvidos e à descida das taxas de mortalidade em todo o mundo. O ritmo de crescimento da população mundial tornou-se muito rápido ou explosivo.

Taxa de natalidade: Número nados-vivos por cada mil habitantes ocorrido num ano, numa dadaregião.

Exemplos de factores que influenciam a descida da taxa de natalidade:
* Nível de instrução;
* Casamento tardio;
* Razões económicas.

Taxa de mortalidade: Número de óbitos ocorridos durante um ano por cada mil habitantes de um dado território.

Exemplos de factores que influenciam a descida da taxa de natalidade:
* Qualidade de vida;
* Cuidados de saúde;* Catástrofes naturais.

Taxa de crescimento natural: crescimento natural ocorrido num ano por mil habitantes de um dado território.

Taxa de mortalidade infantil: Número de óbitos de crianças, com menos de 1 ano de idade, por cada mil nados-vivos ocorridos num ano, num dado território.
* A TMI é menor nos países desenvolvidos e é maior nos países em desenvolvimento.

Taxa defecundidade: Número médio de filhos que cada mulher irá ter no período fértil.

* TF nos países desenvolvidos é baixa, logo, a população envelhece.
* TF nos países em desenvolvimento é elevada, logo, a população é jovem e a renovação de gerações é garantida.

Esperança média de vida: Número de anos, que em média, cada indivíduo tem probabilidade de viver.

* Esperança média de vida é maiornos países desenvolvidos e menor nos países em desenvolvimento.




Países desenvolvidos:
* Pequena proporção de jovens
* Grande proporção de idosos
* Taxa de natalidade mais baixa
* Esperança média de vida mais alta
* População envelhecida
* Reduzido crescimento demográfico

Países em desenvolvimento:
* Grande proporção de jovens
* Pequena proporção deidosos
* Taxa de natalidade mais alta
* Esperança média de vida mais baixa
* População muito jovem
* Elevado crescimento demográfico
Políticas demográficas
Políticas demográficas

Políticas natalistas: conjunto de medidas utilizadas pelos governos para incentivar os casais a terem mais filhos.
* Atribuição de subsídios
* Redução de impostos
* Alargamento do período delicença de maternidade ou paternidade
* Assistência médica gratuita na gravidez
* Realização de campanhas de sensibilização

Políticas antinatalistas: conjunto de medidas utilizadas pelos governos para incentivar os casais a ter menos filhos.
* Divulgação do planeamento familiar e dos diferentes métodos contraceptivos
* Realização de campanhas de informação
* Legalização doaborto
* Promoção social da mulher

Emigração: saída de pessoas de um país para residir e/ou trabalhar no estrangeiro.
Imigração: entrada de estrangeiros num país para aí residir e/ou trabalhar.
Êxodo rural: saída das áreas rurais para as áreas urbanas, geralmente dentro do próprio país.
Êxodo urbano: saída das áreas urbanas para as áreas rurais.
Migrações sazonais: deslocação para...
tracking img