Resumo dos filos de zoologia para o vestibular 2010:

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo dos Filos de Zoologia para o Vestibular 2010:

• Filo Porífera (Espongiários)
Diagnose: animal filtrador, sem qualquer órgão ou sistema; diblásticos e de simetria radial.
Hábitat: ambientes aquáticos, sendo a maioria das espécies marinhas.
Exemplo: poríferos usados como esponjas de banho.
Anatomia e Fisiologia:
- Sist. Digestivo: ausente (o alimento é fagocitado peloscoanócitos); a digestão é intracelular.
- Sist. Circulatório: ausente (ocorre por difusão das substâncias).
- Sist. Respiratório: ausente (trocas gasosas diretamente entre as cels. e o ambiente).
- Sist. Excretor: ausente (excreções lançadas diretamente no ambiente pelas cels).
- Sist. Nervoso: ausente
Reprodução: assexuada, por fragmentação e brotamento, ou sexuada, comdesenvolvimento indireto (larva anfiblástula).

• Filo Cnidária (Cnidários)
Diagnose: animal com forma de pólipo (sésseis) ou de medusa (livre natantes), diblásticos e com cels. urticantes (cnidoblastos); simetria radial.
Hábitat: ambientes aquáticos, sendo a maioria das espécies marinhas.
Exemplos: Physalia pelagica (caravela-portuguesa), Aurelia aurita (grande medusa marinha), Hydra viridis (pequenopólipo de água doce), recifes coralíneos.
Anatomia e Fisiologia:
- Sist. Digestivo: incompleto (não existe ânus); digestão extra e intracelular.
- Sist. Circulatório: ausente (alimento distribuído diretamente na cavidade gastrovascular).
- Sist. Respiratório: ausente (trocas gasosas diretamente entre as cels. e o ambiente).
- Sist. Excretor: ausente (excreções lançadas diretamente noambiente pelas cels).
- Sist. Nervoso: presente (do tipo difuso por todo o corpo).
Reprodução:em alguns pólipos há reprodução assexuada por brotamento; algumas espécies têm ciclos de vida com alternância de gerações sexuada (medusas) e assexuada (pólipos).

• Filo Platyhelminthes (Platelmintos)
Diagnose: verme de corpo achatado, triblástico, acelomado e com simetria bilateral; sãoprotostômios.
Hábitat: de vida livre, terrestres ou aquáticos, de água doce ou salgada; e parasitas.
Exemplos: classe Turbellaria, Dugesia tigrina (planária); classe Trematoda, Schistosoma mansoni (causador da esquistossomose); classe Cestoda, Taenia solium (causador da teníase e da cisticercose) e T. saginata (causador da teníase).
Anatomia e Fisiologia:
- Sist. Digestivo: incompleto (não existeânus); digestão extra e intracelular, e intestino muito ramificado.
- Sist. Circulatório: ausente (alimento distribuído pelo intestino ramificado a todas as células do corpo).
- Sist. Respiratório: ausente (trocas gasosas diretamente entre as cels. e o ambiente); espécies aeróbias e anaeróbias.
- Sist. Excretor: presente (do tipo protonefridial com cels.-flamas); poros excretorespresentes.
- Sist. Nervoso: presente (do tipo ganglionar com um par de gânglios cerebrais).
- Sist. Sensorial: presente (órgãos especializados na captação de estímulos luminosos, mecânicos e químicos).
Reprodução: em algumas planárias pode haver reprodução assexuada por fragmentação; as planárias são monóicas, sem auto fecundação e com desenvolvimento direto; as tênias (classe Cestoda)também são monóicas mas se reproduzem sexuadamente por auto fecundação e com desenvolvimento indireto (fase larval); o esquitossomo (classe Trematoda) é dióico e também apresenta estágio larval.

Doenças: 1- Teníase: Agente etiológico – Taenia solium e T. saginata (classe Cestoda).
H.D. seres humanos (parede intestinal); / H.I. suínos e bovinos.
Forma de contaminação – ingestão decisticercos presentes na carne mal cozida.
Formas larvais – oncosfera (larva que perfura a parede intestinal do H.I e chega até a musculatura, transformando-se em cisticerco).
Profilaxia – não ingerir carnes mal-cozidas, hábitos higiênicos e saneamento básico.
2- Cisticercose: Agente etiológico – Taenia solium.
Forma de contaminação –...
tracking img