Resumo do livro como ordenar as ideias

Boaventura, Edivaldo M. Como ordenar as idéias.São Paulo: Ática, 1990.
Introdução
A arte de bem exprimir o pensamento consiste em saber ordenar as idéias. Ordem que dá clareza a toda comunicação.Da reflexão, passa-se ao plano. O plano é o itinerário a seguir: “um ponto de partida”, onde se indica o que se quer dizer, e “um ponto de chegada”, onde se conclui. Construir o plano é em ultimaanálise estabelecer as divisões. Todo aquele que tem algo a dizer deve saber esquematizá-lo. Plano para tudo, pois “tudo depende do plano”, segundo Goethe. A propósito, eis a primeira recomendação: o planotraz clareza à exposição. A ausência do plano implica repetição. Elaborar o plano e simplesmente prever o que será comunicado. Refletindo acerca da previsão do que vai anunciar, observam-se pontos queprecisam ser definidos logo no início, outros que devem aparecer no corpo da exposição e alguma coisa, finalmente, deve ser dita para concluir. Em três partes será exposto como se ordenam as idéiasou se organiza um texto. E, também, a aplicação do plano em exemplos, como fez Leon Fletcher. 1. Introdução – o anúncio do tema; 2. Corpo da exposição – o desenvolvimento por partes; 3. Conclusão – oresumo marcante.
1. O anúncio do tema
Anuncia-se o assunto na introdução. A introdução encerra, implicitamente, toda a exposição, dando idéia de como será desenvolvida. A introdução é o espaço ondese anuncia, se coloca, se promete, se desperta… Introduzir é convidar. Mas para que se possa pensar “o que dizer” é preciso haver refletido sobre o assunto, pois anunciar pressupõe reflexão prévia.Refletir antes de anunciar – Antes de tudo, é necessário compreender plenamente o assunto, a partir do enunciado. Para tanto, aplicar todo o espírito em descobrir o alcance, implicações e limites do temacentral. A função da introdução – Os receptores, ouvintes e leitores carecem de algo que lhes dê o sentido geral do tema. O convite inicial para refletir sobre as condições prévias da comunicação...
tracking img