Resumo do livro celso antunes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1736 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Minha Identidade começa com meu nome, sobrenome, filiação e outras coisas mais.
Não sendo muito importante definir quem sou eu, com tantos problemas que tenho pela frente.
Assim inicia a Obra de Celso Antunes, A inteligência emocional na construção do novo eu, mostra um diálogo entre um professor, ou uma professora, com um aluno, ou uma aluna, por vezes, imaginou ter diante de si um (ou uma)aluno (a) e, por vezes, preferiu imaginar que quem dialogava com o (a) estudante era uma colega sua.
Através de uma conversa entre um adolescente e seu professor, o autor mostra os meios pelos quais a inteligência emocional pode nos levar a significativas mudanças.
A inteligência emocional é um tipo de inteligência que envolve as emoções voltadas em prol de si mesmo. Para que um indivíduo sedesempenhe bem esse necessita de inteligência intelectual, flexibilidade mental, objetivos traçados, equilíbrio emocional e determinação. Adquirindo a capacidade de se autoconhecer, lidar com os sentimentos, controlando-os, administrando as emoções, levando-as a serem influenciadas pelos objetivos, relacionando-se e observando o emocional de outras pessoas. As emoções muitas vezes influenciam aspessoas em suas decisões e isso significa que esta se mantém positivamente ativa já que colabora com o amplo e global crescimento do indivíduo. Pode ser desenvolvida positivamente já que possui tanta influência sobre as pessoas através das observações e avaliações do próprio comportamento e sentimento, ocultando sentimentos como raiva, desânimo, frustração e substituindo-os por bom-humor, entusiasmo,positivismo. Encontra-se várias explicações e todas levam a uma definição comum, que a inteligência pode ser definida como a capacidade mental de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair idéias, compreender idéias e linguagens e aprender. Embora pessoas leigas geralmente percebam o conceito de inteligência sob um escopo muito maior, na Psicologia, o estudo da inteligência geralmenteentende que este conceito não compreende a criatividade, a personalidade, o caráter ou a sabedoria. Para a sobrevivência, nossas emoções foram desenvolvidas naturalmente através de milhões de anos de evolução; possuem o potencial de nos servir como um sofisticado e delicado sistema interno de orientação. As emoções nos alertam quando as necessidades humanas naturais não são encontradas.
Para a tomadade decisão, nossas emoções são uma fonte valiosa da informação; ajudam-nos a tomar decisões. Para o ajuste de limites, quando nos sentimos incomodados com o comportamento de uma pessoa, nossas emoções nos alertam. Para a comunicação, nossas emoções ajudam-nos a comunicar com os outros; com expressões faciais e sendo verbalmente hábeis tem-se a possibilidade maior de expressar as nossas emoções.Para a união, nossas emoções são, talvez, a maior fonte potencial capaz de unir todos os membros da espécie humana. Claramente, as diferenças religiosas, cultural e política não permitem isto, apesar das emoções serem universais. O tipo de motivação mais fácil de analisar, ao menos superficialmente, é aquele baseado em necessidades fisiológicas óbvias. Incluem a fome, sede e escapar da dor. Emhumanos, no entanto, mesmo essas motivações básicas são modificadas e mediadas através de influências sociais e culturais de vários tipos.
Como é fácil perceber, todo homem é uma criatura significativa, presa a certas leis naturais mas livre para conceber outras. Essa mistura de possibilidades torna quase infinitos os tipos de personalidades existentes entre os seres humanos.
Sua personalidadecompreende assim a maneira organizada em você, onde a totalidade de características herdadas de seus pais e adquiridas da relação com o mundo.
Esse tipo inclui motivações poderosas para o sexo, cuidado com a prole e agressão: de novo, as bases fisiológicas dessas motivações são similares em humanos e em outros animais, mas as complexidades sociais são maiores em humanos (ou talvez nós apenas as...
tracking img