A grande jogada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1532 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
e demonstramos esses conhecimentos através de nossacomunicação com as pessoas que nos cercam. É, portanto, necessário que ensinemos nosso cérebro a funcionar melhor, aperfeiçoando nossa recepção de informações e nossa capacidade de comunicação.
E como isso é possível?
Treinando nossa capacidade de visão para enxergar detalhes, nossa audição para ouvir tudo e distinguir os sons e as distânciasque os separam, nosso olfato para selecionar odores, nosso paladar para diferenciar pequeninos gostos das coisas e nossa cinestesia para arrancar do ambiente a pressão, a temperatura, a alegria, a tristeza e outras sensações”.
Há vários professores que torcem o nariz a simples menção de qualquer método, esquema ou modelo de estudo a ser adotado por seus estudantes. Existem outros que preferemacreditar que os alunos vão aprendendo naturalmente a estudar e que acabam criando modelos próprios, muito particulares para se preparar para as avaliações escolares. Em ambos os casos percebe-se a preocupação desses educadores com a preservação da originalidade, da criatividade e, mesmo, da individualidade dos estudantes.
Será mesmo que nossos estudantes conseguem se desenvolver tão rapidamente aponto de estruturar de forma adequada os seus estudos quando não estão em sala de aula (ou mesmo durante as aulas)?
Modelos, esquemas ou métodos de estudo são realmente nocivos à individualidade e a criatividade de nossos alunos?

“Não tenha medo de errar, aceite suas falhas. Faça de seu erro um ponto de apoio
para um novo pensamento, uma idéia original. Só não erra quem não tenta”.
Sistemasutilizados para estudar não são ranços da escola tradicional e, por esse motivo, contradizem o que de melhor tem sido produzido e gerado pelo construtivismo?
O professor Celso Antunes nos ajuda a responder algumas dessas perguntas em seu livro “A Grande Jogada – Manual Construtivista de Como Estudar”. No próprio título o autor já nos coloca a par da idéia de que manuais que nos orientam quanto amétodos de estudo podem (sim!) pautar suas ações e dinâmica no construtivismo, apesar de muitos estudiosos do assunto considerarem imprópria essa associação.
O propósito do livro, por sinal, é atender uma demanda dos próprios estudantes e de muitos professores que, estando na ativa, sentem falta de orientações escritas que permitam uma navegação mais fácil pelos vários conceitos e idéiastrabalhadas em seus cursos.
É claro que os estudantes têm condições de se organizar para seus estudos de forma espontânea, mas a força e a sabedoria daqueles que tem muito mais experiência na área deve ser utilizada para facilitar e melhorar o rendimento de todos os garotos e garotas que tem real interesse em aprofundar-se ou aperfeiçoar-se na escola. Os professores, pelo tanto de vivência que possuem navida educacional, também têm condições de agir de forma autônoma nesse quesito (orientando seus pupilos), propondo ações e fórmulas bem-sucedidas que tenham sido utilizadas por eles mesmos ou por alguns de seus alunos.
Porém, sabemos que para os professores o tempo para a implementação de seus cronogramas e planejamentos anuais já é extremamente apertado e que, a adição de qualquer outroelemento aos extensos programas de curso implica em sacrifícios ainda maiores na programação. Além disso, os professores em nosso país vivem jornadas de trabalho longas, desgastantes e muito cansativas, tendo que, muitas vezes, dar aulas em 2 ou mais escolas. Esses fatores acabam fazendo que o necessário auxílio e a fundamental orientação aos alunos quanto a como estudar acabe se tornando artigo de luxo,supérfluo e, finalmente, descartável...

“Você sabe de onde vem a palavra ‘texto’? Ela é de origem latina e vem de ‘tecido’. E um texto,
tal como um pedaço de pano, é construído por muitos fios que se entrelaçam.
O texto é um tecido de palavras que formam frases, frases que se entrelaçam em idéias.
Se quisermos conhecer as características e qualidade do tecido temos que desfazê-lo....
tracking img