Resumo de friedrich engels

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (592 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
* Ordem alfabética
* Categorias
Filósofo alemão
Friedrich Engels
28/11/1820, Barmen (Alemanha) 
05/08/1895, Londres (Reino Unido)
Da Página 3 Pedagogia & Comunicação
Filho de ricoindustrial alemão, Engels foi bem sucedido como homem de negócios |
Junto com Karl Marx, Friedrich Engels realizou uma obra marcante na filosofia e na política, cuja característica principal foi aelaboração das teorias do materialismo histórico.

Engels era filho de um rico industrial alemão e soube analisar a sociedade de forma muito eficiente, como poucos antes dele. Na juventude, ficouimpressionado com a miséria dos trabalhadores das fábricas de sua família, uma delas em Manchester, Inglaterra.

Engels completou e publicou o segundo e o terceiro volumes de O Capital, principal obrateórica do socialismo, após a morte de Marx. Com grande capacidade crítica e estilo claro - ao contrário do de seu parceiro -, escreveu sozinho algumas das obras mais importantes do marxismo, como "A Origemda Família, da Propriedade Privada e do Estado".

Ao mesmo tempo, tentou ir além de sua área de conhecimento, provando que os fundamentos do marxismo poderiam ser encontrados também nas ciênciasbiológicas. Para isso, escreveu obras como "A Dialética da Natureza" e "O Papel do Trabalho na Transformação do Macaco em Homem", que não têm o menor fundamento científico, como se sabe atualmente.

Ofilósofo cursou a escola secundária, abandonando-a um ano antes de se formar: seu pai insistiu em que fosse trabalhar nos negócios da família. Passou os três anos seguintes (1838-41) nos escritóriosda empresa de exportação em Bremen. Sob o pseudônimo de Friedrich Oswald, escreveu artigos que lhe abriram as portas do Clube de Doutores, freqüentado por Marx.

Interessou-se pelo movimento dos"Jovens Hegelianos", intelectuais esquerdistas como o teólogo e historiador Bruno Bauer e o anarquista Max Stirner que cultivavam a dialética do filósofo alemão Hegel o conceito de que o progresso...
tracking img