Resumo de filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1028 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo de Filosofia

Unidade 3 : A dimensão Ético-Política do agir

Intenção ética e norma moral

ÉTICA MORAL
• Responde à questão: que princípios devem orientar a vida humana?

• Analisa os princípios que regem a constituição das normas orientadoras da ação e os respetivos fundamentos (razões justificadoras); reflete sobre os fins que dão sentido à vida humana:
Princípio: avida humana tem um valor incalculável

• A ética pergunta:
Por que razão não é permitido matar, ou seja, que valor ou princípio justifica a proibição?
Ou ainda:
O que é o bem? Por que razão devemos agir moralmente?

• Responde á questão : que devo fazer ou como devo agir em tal circunstância concreta?

• Designa o conjunto das normas obrigatórias (imperativos e interditos) estabelecido nointerior de um grupo, sociedade ou cultura para orientar a ação.

• A norma moral responde: não se deve matar.

• Analisa os problemas práticos e as dificuldades que a sua realização coloca.


Ética = estudo da ----- * natureza
----- * função
----- * valor
dos juízos morais, que servem para avaliar:
• As ações (projetadas ; realizadas)
• As intenções
• As pessoas
• As instituições, nomeadamente, os sistemas políticos, económicos e jurídicos
• Etc.









O que é o subjetivismo moral?
O subjetivismo é a teoria (ao problema da natureza dos juízos morais)segundo a qual o valor de verdade dos juízos morais depende das crenças, sentimentos e opiniões dos sujeitos que os emitem. Os juízosmorais exprimem sentimentos de aprovação e de desaprovação e dependem desses sentimentos. Não há verdades morais objetivas e universais. O sujectivismo moral dirá que cada indivíduo julga a situação a partir do seu código moral (um conjunto de princípios e de normas) é que nenhum desses códigos é mais verdadeiro do que o outro.

O que é o relativismo moral cultural?
O relativismo moral cultural éa teoria segundo a qual o valor de verdade dos juízos morais é sempre relativo ao que cada sociedade acredita ser verdadeiro ou falso.
Para o relativismo moral cultural a existência de diversas e opostas conceções sobre o que é certo e errado implica que não há respostas objetivamente verdadeiras às questões morais. A verdade moral é uma questão de contexto cultural. Que uma ação seja boa ou mádepende das normas morais aprovadas na sociedade em que é praticada. Por isso a mesma ação pode ser errada numa sociedade e correta noutra. A moral é relativa.
O relativismo moral cultural promove a coesão social de uma sociedade e a tolerância entre sociedades diferentes.



























A relação que se pode estabelecer entre o relativismo moral cultural ea tolerância e o diálogo entre culturas.




life isn't crazy, we're the ones who make it our craziness



















Consciência Moral

 responsabilidade
 culpabilidade

• A consciência moral é própria do homem enquanto sujeito capaz de julgar e de avaliar a moralidade dos seus atos;
• Sendo a voz da nossa consciência enquanto seres racionais e livresdiz-nos o que devemos fazer, que valores promover e respeitar, constituindo-se como uma espécie de “juiz interior” que acusa, repreende, louva, etc.
• A responsabilidade designa a autoria
• Duas condições fundamentais devem verificar-se para que seja possível falar de responsabilidade
a) Que o agente tenha consciência das circunstancias e das consequências da sua ação.
b) Que não esteja submetidonem a constrangimentos internos nem a coações externas, isto é, que não seja forçado a agir contra a sua vontade.
• A responsabilidade não é necessariamente sinónima de culpabilidade. Com efeito, o Homem é responsável por atos criminosos e imorais, mas também por atos meritórios.
• Todo o culpado é responsável, mas nem todo o responsável é culpado. Em que condições coincidem responsabilidade e...
tracking img