Resumo de filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4029 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMINHO DE FILOSOFIA
Definição do mito
O mito narra como, graças às façanhas dos entes sobrenaturais, os deuses, uma realidade passou a existir. É sempre, portanto, a narrativa sagrada e legislativa de uma “criação”, pois relata de que modo algo foi produzido e começou a ser. É uma cosmogonia, composta da palavra cosmos, que significa mundo ordenado e da palavra gonia, que vem da palavragenese, que significa nascimento, surgimento. O mito pressupõe adesão plena, admite incoerências e é transmitido pelo poeta-rapsodo, tido como autoridade religiosa.
A Filosofia possui um conteúdo preciso ao nascer: é uma cosmologia. A palavra cosmologia é composto de duas outras: cosmos, que significa mundo ordenado e organizado, e logia, que significa pensamento racional, discurso racional,conhecimento, estudo.

Heráclito de Éfeso (545-480 a C.) O Eterno Fluxo
A realidade para Heráclito é multiplicidade e movimento permanente. O permanente, o estável, para ele é ilusão. A luta dos contrários: quente e frio, seco e úmido, bonito e feio, formam uma unidade, uma harmonia feita pelo movimento dos contrários.
O Logos é que compreende e sabe que a harmonia e a unidade nasce dacontradição, do movimento e da multiplicidade. “A natureza gosta de se ocultar”, afirma Heráclito, querendo dizer com isso que a aparência das coisas não revela a sua verdade que é o eterno fluxo de tudo e sua contradição a estabelecer que tudo é Um: harmonia e unidade que somente o Logos sabe.

Parmênides de Eléia (540 – 470 a C.) - Imobilidade do Ser
Seu pensamentoexpõe dois caminhos: o da verdade(Alethéia): “o que é; e o outro caminho que é um atalho, desvio da verdade: “o que não é”. O segundo caminho revela-se impossível (nada) corresponde ao “não-ser”.
A busca racional do ser vai nos revelar um ser uno, imutável, ingênito, imperecível, eterno, não contraditório e idêntico a si mesmo. Que só podemos conhecer pelo pensamento, já que pensar e ser é uma só coisa para ele.

Sócrates: Omarco divisor da filosofia grega
Com Sócrates a filosofia passa a ser uma investigação sobre os fundamentos éticos, o conhecimento de si mesmo, passa a investigar o próprio homem, o homem se torna o objeto da filosofia.
Ironia, isto é, refutação: feita a pergunta, Sócrates comenta as várias respostas que a ela são dadas, mostrando que são sempre preconceitos recebidos, imagens sensoriaispercebidas ou opiniões subjetivas e não a definição buscada.
Maiêutica, isto é, parturição: Sócrates, ao perguntar, vai sugerindo caminhos ao interlocutor até que este chegue à definição procurada. Esta segunda parte é uma arte de realizar um parto, no caso, parto de uma idéia verdadeira.
O diálogo socrático é aporético, pois não consegue alcançar a definição completa daquilo que se perguntou: “sósei que nada sei”.

Platão (427 – 347 a C.): Do mundo das sombras ao mundo das idéias
Duas ordens de realidade: o mundo sensível (doxa) da mudança, da aparência, do devir dos contrários, e o mundo inteligível (epistême) da identidade, da permanência, da verdade, conhecido pelo intelecto puro, sem qualquer interferência dos sentidos e das opiniões.
O mundo sensível é uma sombra, uma cópiadeformada ou imperfeita do mundo inteligível das idéias ou essências. O movimento dialético da alma começa com as sombras (ilusões), passa pelos objetos sensíveis (doxa), vai para o primeiro momento do inteligível que são os raciocínios (matemática) até comtemplar o bem (analogia do sol).
Para Platão o conhecimento é reminiscência . O conhecimento é recordação, é a visão interior da verdade que almahavia contemplado no mundo inteligível. Aqueles que conheceram a idéia verdadeira de justiça, de igualdade e do Bem são os melhores e governarão a cidade; os filósofos.

Aristóteles (384 – 322 a C.): A Metafísica
A substância primeira é o ser individual concreto, existente por si mesmo e que não se diz de algum outro, pois é sujeito, suporte e substrato. Já a substãncia segunda são os...
tracking img