Resumo de enzimas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2531 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ – UFPI
CAMPUS SENADOR HELVÍDIO NUNES DE BARROS – CSHNB
CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM
DISCIPLINA DE BIOQUÍMICA PARA ENFERMAGEM
PROF. MS. JOÃO MARCELO CASTRO

ENZIMAS
(RESUMO)

VANIA DA SILVA VIDAL

PICOS (PI)
2012
HISTÓRICO
A palavra enzima foi introduzida por Kuhne em 1878 para designar a ocorrência no levedo de algo responsável pela sua atividadefermentativa. Berzelius, 50 anos antes, tinha reconhecido a presença de fermentos de ocorrência natural que promoviam reações químicas e antecipou o conceito de catalisadores biológicos. Berzelius classificou os fermentos em “organizados” e “não-organizados” com base na presença ou ausência de microorganismos intactos. Kuhne aplicou a palavra enzima aos fermentos derivados de extratos de levedos.Em 1897, Büchner preparou um filtrado de extratos de levedo que foi o primeiro extrato enzimático removido de células vivas que pode catalisar a fermentação.
Tornou-se pois essencial estabelecer-se se as reações enzimáticas possuíam ou não as características associadas às reações químicas em geral e, portanto, se seriam passíveis de investigação científica pelos métodos conhecidos na época.Nessa atmosfera foi que se fizeram as primeiras aplicações cinéticas aos estudos das reações enzimáticas.
A natureza protéica das enzimas ficou claramente estabelecida quando James Sumner, em 1926, cristalizou pela primeira vez uma enzima, a uréase, e demonstrou que ela era uma proteína. Em 1956, 75 enzimas já tinham sido cristalizadas e o estudo delas evidenciou a generalidade do caráter protéicodas enzimas.
Durante esse período, J.B.S. Haldane escreveu um tratado intitulado Enzimas. Embora a natureza molecular das enzimas ainda não fosse inteiramente apreciada, Haldane fez sugestões admiráveis que as interações das ligações fracas entre as enzimas e seus substratos poderiam ser usadas para catalisar uma reação. Essa idéia está no âmago do nosso entendimento atual da catálise enzimática.Desde a última parte do século XX, a pesquisa sobre enzimas tem sido intensa. Ela levou a purificação de milhares de enzimas, à elucidação da estrutura e do mecanismo químico de muitas delas, e o entendimento geral de como as enzimas trabalham.

CONCEITO
As enzimas são proteínas com a função específica de acelerar reações químicas que ocorrem sob condições termodinâmicas não−favoráveis.Elas aceleram consideravelmente a velocidade das reações químicas em sistemas biológicos quando comparadas com as reações correspondentes não−catalisadas.
Para ser classificada como enzima, uma proteína deve apresentar extraordinária eficiência catalítica, demonstrar alto grau de especificidade em relação a seus substratos (reagentes) e aos seus produtos, acelerar a velocidade das reações em 106 a1012 vezes mais do que as reações correspondentes não-catalisadas, não ser consumida ou alterada ao participar da catálise, não alterar o equilíbrio químico das reações e ter sua atividade regulada geneticamente ou pelas condições metabólicas.
As enzimas são os catalisadores mais específicos que se conhece, tanto para o substrato como para o tipo de reação efetuada sobre o substrato. Aespecificidade inerente da enzima reside em uma cavidade ou fenda de ligação do substrato, que está situada na superfície da proteína enzimática. A cavidade, denominada sítio ativo, é um arranjo de grupos presentes em cadeias laterais de certos aminoácidos que ligam o substrato por ligações não-covalentes. Muitas vezes, os resíduos de aminoácidos que formam o sítio ativo ficam em regiões distantes, naseqüência primária, mas próximos no sítio ativo, pelo enovelamento de cadeia polipeptídica (estrutura terciária).
Algumas enzimas têm outra região na molécula, o sítio alostérico, afastada do sítio ativo. No sítio alostérico moléculas pequenas específicas se ligam e causam alterações na conformação protéica que afetam o sítio ativo, aumentando ou reduzindo a atividade enzimática.
A maioria das...
tracking img