Resumo de analise microeconomica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1187 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo de Análise Microeconômica

Capítulo 14 – Monopólio
Para que exista monopólio é necessário que novas empresas que se sentiriam atraídas por esse lucro econômico puro não possam entrar no mercado. Ou seja, a existência de monopólio depende da existência de barreiras à entrada de firmas concorrentes. Entre diversas barreiras temos:
Barreiras legais – Alguns produtos só podem serproduzidos por uma empresa por determinação da lei. O caso mais comum é o das patentes. Chamamos uma empresa que detém o monopólio de um produto por força de lei de monopólio legal. Há também outros tipos de monopólio determinados por lei.
Controle do fornecimento de matérias-primas - Um monopólio em um setor também pode surgir porque uma empresa já é monopolista na venda de alguma matéria-primafundamental para o setor.
Barreiras de escala – Por fim, um monopólio pode surgir em decorrência da existência de rendimentos crescentes de escala para a produção de determinado bem. Quando a tecnologia existente faz com que o mercado inteiro possa ser abastecido por uma única firma antes que esta atinja seu custo médio mínimo de produção, dizemos que se trata de um caso de monopólio natural.

Demandada firma monopolista
A curva da demanda individual de uma firma monopolista é negativamente inclinada diferentemente do que ocorre com a firma em concorrência perfeita. Realmente, essa curva coincide com a curva de demanda de mercado – dada a quantidade que um monopolista coloca à venda de sua mercadoria, o preço máximo que ele pode cobrar por essa mercadoria é dado pela demanda do mercado. Aconseqüência mais importante desse fato é que a receita marginal da firma monopolista é menor do que o preço que ela cobra pelo seu produto.
Lembremos também, que o preço de venda da mercadoria do monopolista é dado pela demanda do mesmo, isto é, ele depende da quantidade (q) colocada à venda. Assim podemos escrever p = p (q) e, como p diminui quando q aumenta dp/dq < 0. A receita total é então aseguinte função da quantidade vendida:
RMg=dRT/dq = d[qp(q)] /dq = p + q dp/dq
Novamente, como dp/dq < 0, podemos concluir que RMg < p.

Relação entre a receita marginal e a elasticidade-preço da demanda
Lembrando que a elasticidade-preço da demanda é dada por ε = dp/dq. p/q temos que:
RMg = p (1 – 1/ IεI)
Desse modo, quando a demanda é inelástica, isto é, quando IεI, a receita marginal énegativa; quando a demanda é elástica (IεI > 1), a receita marginal é positiva e quando a demanda tem elasticidade unitária, a receita marginal é nula. Esse resultado era esperado, pois, uma vez que um aumento na quantidade vendida provoca redução no preço de venda, a receita total deve aumentar, diminuir ou permanecer inalterada conforme a demanda seja inelástica ou de elasticidade unitário.Maximização do lucro ou equilíbrio do monopolista
Dizemos que um monopolista atingiu seu equilíbrio quando estiver obtendo lucro máximo. Para atingir esse equilíbrio, ele deve então maximizar sua função lucro π = RT – CT. As condições de primeira e segunda ordem para esse problema são análogas ao caso da firma em concorrência perfeita. A condição de primeira ordem é:
RMg = CMg e a condição desegunda ordem:
dRMg/dq < dCMg/dq

Relação entre o preço do monopolista, o custo marginal e a elasticidade-preço da demanda
O preço monopolista é obtido através da aplicação de uma margem (Mark-up) sobre seu custo marginal. A taxa de aplicação dessa margem (taxa de Mark-up) é dada pela expressão1/1-1/IεI. Essa expressão tem uma interpretação digna de nota. Então, quanto mais Elástica for a curva dedemanda com a qual o monopolista defronta, mais próximo estará o preço de seu produto e seu custo marginal, e mais parecido será seu comportamento com o de uma firma em concorrência perfeita.

Ineficiência do monopólio
Lembremos, antes de tudo, que um estado da economia é tido como eficiente no sentido de Pareto quando não é possível melhorar a situação de um agente dessa economia sem piorar...
tracking img