Resumo cidadania no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (764 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Cidadania no Brasil

O peso do passado (1500-1822)

A colonização portuguesa: ‘Os portugueses tinham construído um enorme país dotado de unidadeterritorial, lingüística, cultural e religiosa. Mas tinha deixado uma população analfabeta, uma sociedade escravocrata, uma economia monocultora e latifundiária, um Estado Absolutista’.
OBrasil foi conquistado: confronto entre duas civilizações (pedra polida com os europeus detentores de tecnologias avançadas).
Dominação: extermínio pela guerra, escravidão e pela doençade milhões de índios.
Conquista e a conotação comercial: produção de açucar para resolver o problema da demanda na europa. Porém exigia largas extensões de terras e mão de obra escravados negros africanos: ‘o latifúndio monocultor e exportador de base escravista’ (p.18).
Séc. XVII: a mineração - a criação de gado A escravidão: ‘O fator mais negativo para a cidadaniafoi a escravidão’(p.19)

Os escravos começaram a ser importados na segunda metade do século XVI. A importação continuou ininterrupta até 1850, 28 anos após a independência.Calcula-se que até 1822 tenham sido introduzidos na colônia cerca de 3 milhões de escravos. Na época da Independência, numa população de cerca de 5 milhões, incluindo 800 mil índios havia mais de 1milhão de escravos (p.19).
Em todos os setores da sociedade havia escravos: ‘A escravidão penetrava em todas as classes, em todos os lugares, em todos os desvãos da sociedade: a sociedadecolonial era escravista de allto a baixo’(p.20).

* Sobre a dizimização dos índios: ‘Os índios foram rapidamente dizimados. Calcula-se que havia na época da descoberta cercade 4 milhões de índios. Em 1823 restava menos de 1 milhão’.
* No período colonial não havia poder público: ‘A conseqüência de tudo isso era que não existia de verdade um poder que...
tracking img