Responsabilidade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3376 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPITULO I
RESPONSABIDADE SOCIAL

1.1 Origem da Responsabilidade Social

É na década de 60, nos Estados Unidos, que surge a preocupação por parte das empresas em prestar informações ao público sobre suas atividades no campo social. O repúdio da população à guerra do Vietnã deu início a um movimento de boicote à aquisição de produtos e ações de empresas que de alguma forma estavam ligadas aesse conflito armado.Várias instituições da sociedade civil, como as igrejas e fundações, passaram a denunciar o uso de armamentos sofisticados (gases paralisantes, napalm etc) que dizimavam civis inocentes, afetavam negativamente o meio ambiente e colocavam em risco a própria sobrevivência do homem no planeta. O público, na avaliação de grupos pacifistas, não poderia ficar indiferente ao esforçoletal das companhias.
Visando reagir às pressões da sociedade, que exigia nova postura ética, as empresas passaram a prestar contas de suas ações justificando seu objetivo social, com o intuito de melhorar a imagem junto a consumidores e acionistas. A pressão dos cidadãos através de associações, sindicatos, clube de investidores e, conseqüentemente, a resposta das empresas, elaborando edivulgando relatórios com informações de caráter social, resultou no que hoje se chama de Balanço Social.
Se as empresas dos EUA foram as pioneiras na prestação de contas ao público, foi a França a primeira nação a tornar obrigatória a sua elaboração. A partir dos anos 70, também como resultado das pressões sociais (movimento estudantil de 1968), as empresas francesas deram início à publicação de quadroscom dados relativos à gestão do pessoal, às condições sociais, juntamente com as tradicionais demonstrações financeiras. Pela lei francesa, desde 1977 é obrigatória a elaboração do balanço social das empresas com mais de 300 funcionários (a lei n.º 77.769, de 12 de julho de 1977, incluiu as empresas com 750 ou mais empregados; em 1982, a obrigatoriedade passou a valer para aquelas com 300 ou maisempregados).Diversos países da Europa seguiram os passos pioneiros da França e hoje também exigem a elaboração do documento, entre eles, Alemanha, Holanda, Bélgica, Espanha, Inglaterra e Portugal.

1.2 Como evoluiu no Brasil

No Brasil a idéia começa a ser discutida ainda nos anos 60 com a criação da Associação dos Dirigentes Cristãos de Empresas (ADCE). Um dos princípios desta associaçãobaseia-se na aceitação por seus membros de que a empresa, além de produzir bens e serviços, possui a função social que se realiza em nome dos trabalhadores e do bem-estar da comunidade.
Embora a idéia já motivasse discussões, apenas em 1977 mereceu destaque a ponto de ser tema central do 2º Encontro Nacional de Dirigentes de Empresas. Mas somente em 1984 é publicado o primeiro balanço social de umaempresa brasileira, a Nitrofértil. Oito anos depois, o Banco do Estado de São Paulo (Banespa) publica um relatório completo divulgando todas as suas ações sociais; e a partir de 1993, várias empresas de diferentes setores passam a divulgar o balanço anualmente.
Mas a proposta só ganha maior destaque na mídia e visibilidade nacional quando o sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, lança, em 16 dejunho de 1997, uma campanha pela divulgação do balanço social. Com o apoio de lideranças empresarias, da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), autarquia do Ministério da Fazenda que fiscaliza as bolsas de valores; da Gazeta Mercantil, o mais importante jornal especializado em economia e negócios do Brasil; de muitas empresas (Xerox, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Glaxo Wellcome, Usiminas,entre outras); e de suas instituições representativas (Firjan, Abrasca, Abamec, Febraban, Associação Comercial do Rio de Janeiro), a campanha decolou e vem suscitando uma série de debates através da mídia e em seminários, encontros e simpósios.
Em novembro de 1997, novamente em parceria com a Gazeta Mercantil, o Ibase lança o Selo do Balanço Social para estimular a participação das companhias. O...
tracking img