Responsabilidade social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3547 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução


As Organizações assumiram um papel muito importante na sociedade e na vida das pessoas. Sendo tão importante para a realização de objetivos sociais, elas afetam a qualidade de vida tanto positiva quanto negativamente.
Organizações bem administradas são importantes por causa do impacto sobre a qualidade de vida da sociedade. Administradores competentes são recursos sociaisimportantes.
Não há discussão sobre o fato de que as organizações, assim como os indivíduos, têm responsabilidades sociais, na medida em que seu comportamento afeta outras pessoas e, querendo elas ou não, há pessoas e grupos dispostos a cobrar essas responsabilidades.
A idéia da responsabilidade social, embora não seja nova, ganhou muita força quando a deterioração dos ecossistemas, provocada pelapoluição, estimulou o debate sobre os benefícios e os malefícios da sociedade industrial. As conseqüências indesejáveis da industrialização aguçaram a consciência ecológica de certos seguimentos sociais e motivaram o surgimento de grupos de ativistas que se propuseram a combater o comportamento social irresponsável de certas empresas ou ramos de negócio, como os madeireiros, os caçadores de baleiase a indústria das peles de animais. Devido à pressão que nasceram de todos esses movimentos, muitos países estabeleceram legislações severas sobre essas questões. A existência dessa legislação é um dos principais fatores que as empresas devem levar em conta ao tomar decisões.






















O princípio da Responsabilidade Social



O princípio da responsabilidadesocial baseia – se na premissa de que as organizações são instituições sociais, que existem com autorização da sociedade, utilizam os recursos da sociedade e afetam a qualidade de vida da sociedade. Um dos principais representantes dessa corrente é Andrew Carnegie, fundador da U.S. Steel, que , em 1899, nos Estados Unidos, publicou O Evangelho da Riqueza, livro no qual estabeleceu os doisprincípios da responsabilidade social corporativa: caridade e zelo.
Esses princípios baseavam – se numa visão paternalista do papel do empresário em relação aos empregados e aos clientes.

Princípios da caridade: Segundo Carnegie, diz que os indivíduos mais afortunados da sociedade devem cuidar dos menos afortunados. A obrigação é do indivíduo, não da sua empresa, e o indivíduo que decide qual o valorda caridade que pretende praticar. Na década de 20, nos Estados Unidos, a Grande Depressão aumentou enormemente as necessidades comunitárias, o que estimulou o envolvimento das empresas com o princípio da caridade.

Princípio do zelo: Os ricos têm seu dinheiro com a confiança do resto da sociedade e podem e usá-lo para qualquer finalidade que a sociedade julgar legítima. O papel da empresa étambém aumentar a riqueza da sociedade, por meio de investimentos prudentes e uso cauteloso dos recursos sob sua responsabilidade.



Benefícios da Lei

Outra base para a aceitação da responsabilidade social é a proposição de que as organizações provocam efeitos que nem sempre são bons para seus interessados. Seus benefícios para a coletividade são contrabalançados pelos prejuízos queinvoluntariamente causam.
Se o sistema de valores sempre orientasse as organizações para o benefício dos clientes, funcionários e fornecedores, ou para a proteção do ambiente e dos recursos naturais, não seriam necessários estabelecer multas e punições precisamente para forçar a obediência a esses comportamentos. No entanto, a sociedade vê – se obrigada a criar o Código de Defesa do Consumidor, ou a Lei deProteção dos Mananciais, ou a Lei do Colarinho Branco, e outros controles para impedir a liberação de poluentes na atmosfera ou o despejo de petróleo no mar. Como se comportariam as organizações se não houvesse essas legislações? E se o código penal fosse abolido, como se comportariam as pessoas?
A primeira motivação para que as organizações se preocupem com questões éticas é precisamente a...
tracking img