Resistores nao omicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1394 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Experimento nº 04






ENG3514 – Circuitos Eletricos I

Professor: Carlos Alexandre







Associação de Resistores




















Relator:

Equipe:


















S U M Á R I O



INTRODUÇÃO.................................................................................................................. PÁG. 02


FUNDAMENTAÇÃO TEORICA ...................................................................................... PÁG. 02


PROCEDIMENTOS PRATICOS E MEDIDAS ................................................................ PÁG. 05

CONCLUSÃO ....................................................................................................................PÁG.06


BIBLIOGRAFIA ................................................................................................................ PÁG. 06































































Introdução

A associação de resistores é muito comum em vários sistemas, quando queremos alcançar um nível deresistência em que somente um resistor não é suficiente. Qualquer associação de resistores será representada pelo Resistor Equivalente, que representa a resistência total dos resistores associados. Através de experiências em laboratório mostraremos um pouco sobre resistência elétrica.


Fundamentação Teórica

Resistência Elétrica

Ao provocarmos a circulação de corrente por um material condutoratravés da aplicação de uma diferença de potencial, pode-se observar para um mesmo valor de tensão aplicada em condutores de diversos materiais que a corrente possuirá valores diferentes. Isto ocorrerá devido às características intrínsecas de cada material.
Este comportamento diferenciado da corrente deve-se à resistência elétrica de cada material, que depende do tipo de material do condutor,comprimento, área da seção transversal e da temperatura.
Esta resistência atua como uma dificuldade à condução de corrente elétrica, ou à condução de elétrons.
Para ter uma melhor interpretação do fenômeno de resistência, devem-se analisar os aspectos macroscópicos e microscópicos dos diversos materiais.
Os aspectos microscópicos referem-se à estrutura da rede cristalina, do número deelétrons livres do material e a movimentação destes elétrons livres no interior do condutor. Quando os elétrons livres são impulsionados a movimentar devido à ação de uma tensão ocorrerão choques entre os próprios elétrons livres e a rede cristalina, então como efeito disto, ter-se-á uma dificuldade ao deslocamento dos elétrons.

1ª Lei de Ohm

O estudo da resistência é de grande valia na determinaçãoda potência dos diversos equipamentos elétricos.
A expressão, matemática que permite a obtenção da grandeza resistência é a seguinte:
V = R. I (1)
ou seja,
R= V / I, onde
R - é a resistência elétrica, dada em ohms, cujo símbolo é Ω (letra ômega).
V - é a tensão elétrica nos terminais do dispositivo, dada em volt, cujo símbolo é V (letra V).
I - é a intensidade de corrente que circulapelo dispositivo, dada em ampères (letra A)

Associações de resistores

Associações de resistores são circuitos compostos resistores interligados entre si com um ou mais dos seguintes objetivos:
• obter um valor de resistência diferente (maior ou menor) do que a fornecida por um único resistor de valor comercial disponível;
• dividir a corrente em mais de um ramo de um circuito elétrico paraobter diferentes valores de corrente;
• dividir a tensão num ramo de um circuito elétrico para obter diferentes valores de tensão.
Há três tipos de associações de resistores: série, paralela e mista.
Ao valor de resistência resultante de uma associação chamamos de Resistência Equivalente, pois um resistor com esse valor pode substituir todos os resistores da associação, produzindo o mesmo...
tracking img