Resistencia materiais exercicios resolvidos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
No presente artigo, analisaremos a visão política do conceito de propriedade privada, liberdade e estado de natureza dos seguintes autores: Hobbes, Locke e Rousseau, elucidando o ceticismo dos respectivos autores, no que diz respeito à origem do estado. O fato dos três referidos autores serem contratualistas coloca-os, de certa forma, sobre uma zona de convergência. Contudo, cada umdemonstrará uma visão bem específica e diferente ao tratar destes temas. Com efeito, há de se evidenciar também a denominação de “autore maldito” destinada por muito tempo ao pensamento de Hobbes e Rousseau.
Tal atribuição pode ser interpretada com base na descrença de Hobbes em relação à natureza humana e juntamente pelo fato deste não legitimar um direito natural do indivíduo sobre a suapropriedade, contrariando os interesses burgueses. Já para Rousseau o homem natural perde sua liberdade, se tornando “acorrentado” devido ao pacto social formado, caracterizando a propriedade privada, causa que ele relata ser o motivo da desigualdade social, provocando conflitos e até revoluções, que desagradariam à burguesia até então. Vê-se, portanto, que a visão dos três autores muito ainda tem acontribuir para a interpretação dos fenômenos sociais e políticos com que hoje nos deparamos.

Inicialmente para entender e comparar esses dois autores que séculos após suas mortes ainda influencia todas geraçoes,é necessário entender o que os fizeram pensar de tal maneira e quais suas influências recebidas.
Thomas hobbes

Thomas Hobbes nasceu em Malmsbury, Inglaterra, em 5 de abril 1588. Osprimeiros anos de vida de Hobbes foram pacatos. Seu pai era o vigário das cidades Charlton e Westport, cidades próximas de Malmesbury, mas uma disputa com outro vigário, o levou a se mudar para Londres,se distanciando de hobbes.Assim, aos sete anos de idade, Thomas Hobbes, ficou sob a tutela de seu tio Francisco.
Hobbes iniciou seus estudos em Malmesbury e mais tarde em Westport, onde exibiuseus dotes intelectuais em estudos clássicos. Em 1603,já aos quatorze anos de idade, , seu tio financiou os seus estudos, entrando na Magdalen Hall, Oxford, onde predominava o ensino da escolástica, mas a que Hobbes nãose interessou de imediato.
Em 1610 ele viajou à Europa, acompanhando William Cavendish, indo para França, Itália e Alemanha. Observou a pouca apreciação da escolástica nomomento que já se encontrava em declínio.Após isso ele decide retornar à Inglaterra para aprofundar o estudo dos clássicos. Nesse período, já de volta à Inglaterra, conhecendo Francis Bacon, reforça a linha desua propria ideologia, bem fora do aristotelismo e da escolástica.
. Na França, entra em contato com o círculo intelectual do Padre Mersenne, mentor de Descartes - com quem estabeleceuuma forte amizade. Em geral, Hobbes era a favor da explicação mecanicista do universo, em oposição à teleológica defendida por Aristóteles e a escolástica. Também teve a oportunidade de conhecer Galileo, durante uma viagem à Itália em 1636, sob cuja influência Hobbes desenvolveu a sua filosofia social, baseando-se nos princípios da geometria e ciências naturais.
Em 1640, quando apossibilidade de uma guerra civil na Inglaterra já era clara, Hobbes, temendo por sua vida por ser um conhecido defensor da monarquia, viaja de volta para Paris, onde, mais uma vez, foi recebido pelo círculo de intelectuais francês.
Em 1646, ainda em Paris, vira professor de matemática do Príncipe de Gales, o futuro Carlos II, que também se encontrava exilado em Paris devido a Guerra Civil Inglesa.Em 1651, dois anos após a decapitação do rei Carlos I, Hobbes decide voltar para a Inglaterra com o fim da Guerra Civil e o começo da “Ditadura de Cromwell”. Neste ano também publica “Leviatã”, que provoca o início de sua disputa com John Bramall, bispo de Derry, o principal acusador de Hobbes como sendo um “materialista ateu”.
A publicação do “De Corpore”, em 1665, irá resultar em...
tracking img