Africanismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (894 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O negro na culinaria brasileira


Você sabia que os negros africanos deram uma importante contribuição para a culinária brasileira? Eles introduziram ingredientes diferentes como leite decoco-da-baía, o azeite de dendê, a pimenta malagueta.
Com eles descobrimos o feijão preto, aprendemos a fazer acarajé, vatapá, caruru, mungunzá, angu, pamonha e muito mais!
Mas, com criatividade, faziamcomidas gostosas. Enquanto as melhores carnes iam para a mesa dos senhores, os escravos ficavam com as sobras. Pés, orelhas, carne seca, rabos, costelinhas e outras partes do porco, misturadas aofeijão preto, deram origem à nossa tradicional feijoada.
Influência da comida africana no cardápio brasileiro
Muitas das técnicas de preparo e ingredientes são de origem indígena, tendo adaptações porparte dos escravos e dos portugueses. Esses faziam adaptações dos seus pratos típicos substituindo os ingredientes que faltassem por correspondentes locais. A feijoada, prato típico do país, é umexemplo disso.
A alimentação cotidiana na África por volta do século XVI incluía arroz, feijão (feijão-fradinho), milho, sorgo e cuscuz. A carne era em sua maior parte da caça abundante de antílopes,gazelas, búfalos, aves, hipopótamos e elefantes.
Pescava pouco, de arpão, rede e arco. Criavam gado ovino, bovino e caprino, mas a carne dos animais de criação era em geral destinada ao sacrifício etrocas; serviam como reserva monetária. Preparavam os alimentos, assando, tostando ou cozendo-o e para temperar a comida tinham apreço pelas pimentas, mas também utilizava molhos de óleos vegetais, comoo azeite-de-dendê que acompanhavam a maioria dos alimentos.
O escravo era apresentado aos gêneros brasileiros antes mesmo de deixar a África, recebendo uma ração de feijão, milho, aipim, farinha demandioca e peixes para a travessia. A base da alimentação escrava não variava de acordo com a função que fosse exercer, quer fossem-nos engenhos, nas minas ou na venda. Essa base era a farinha de...
tracking img