Resenha o processo civilizador v ii

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2283 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIT-UNIVERSIDADE TIRADENTES
CURSO HISTÓRIA
DISCIPLINA: MODERNA
PROFESSOR: Dr. José Vieira Da Cruz

O PROCESSO CIVILIZADOR II
Formação do Estado e Civilização
R E S E N H A

ALUNOS:
Maria Solange Vieira dos Santos
Valdenilton Santos França

Aracaju
2012


ÍNDICE

I – Referencia bibliográfica

II – Resenhista

III - Credenciais do autor

IV – Apresentação da resenhaV – Digesto

VI – Crítica do Resenhista

VII – Indicações do Resenhista

I – Referencia bibliográfica.
ELIAS, Norbert. O Processo Civilizador: Formação do Estado e Civilização. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1993. v. II.

II – Resenhistas:
Maria Solange Vieira dos Santos
Valdenilton Santos França2

III - Credenciais do autor:
Norbert Elias, um dos sociólogos de maior destaque noséculo XX, nasceu em Breslau em 1897 e morreu em Amsterdã em 1990. Formado pelas universidades de Breslau e Heidelberg, lecionou na Universidade de Leicester (1945-62) e foi professor visitante na Alemanha, Holanda e Gana. O reconhecimento tardio veio apenas aos 70 anos, com a publicação de A sociedade de corte. No Brasil, sua obra tem sido publicada por essa editora com grande receptividade dopúblico leitor: Os alemães; Os estabelecidos e os outsiders; Mozart: sociologia de um gênio; Norbert Elias por ele mesmo; A peregrinação de Watteau à Ilha do Amor; O processo civilizador em 2 volumes Sobre o tempo; A sociedade de corte; A sociedade dos indivíduos e A solidão dos moribundos.

IV – Apresentação da resenha
O Processo Civilizador de Norbert Elias, no qual o autor faz uma analiseacerca da história dos costumes a partir da formação do Estado Moderno e suas influências sobre a civilização. Nessa, que é reconhecida como obra prima, Elias leva-nos a pensar no que aconteceria se um homem da sociedade contemporânea fosse, de repente, transportado para uma época remota de sua própria sociedade. É possível que encontrasse um modo de vida muito diferente do seu, alguns hábitos ecostumes lhe seriam atraentes, convenientes e aceitáveis do seu ponto de vista, enquanto outros seriam inadequados. Estaria diante de uma sociedade que, para ele, não seria civilizada. No Processo Civilizador, Elias procura analisar questões fundamentais como quais os motivos e de que forma ocorreu essa mudança, nessa resenha apresentaremos as questões presente na obra na qual não há uma intençãodeliberada de cada sujeito que produz a civilização, mas são os atos dos sujeitos individuais agregados uns aos outros que a tornam universal e produzem ou não a civilização.

V – Digesto
O autor inicia o texto apresentando o processo da feudalização, seu desenvolvimento e os fatos que culminaram na formação do estado. Para Elias o processo civilizador começa com a pacificação e o monopólio daviolência, a esse conceito, ele adiciona a questão do monopólio da arrecadação dos impostos. Ainda mais importante, nessa longa análise, compreendendo um período anterior à Idade Média até os séculos XVI e XVII, mostra o processo de formação do Estado Moderno.
No primeiro capítulo, é trabalhada a “primeira época feudal” que predominaram forças centrífugas, ou seja, a tendência era a desintegração dosreinos, formando pequenos territórios comandados por um poder central enfraquecidos. Na época seguinte, a “segunda época feudal”, predominaram forças centrípetas, quer dizer a tendência foi a aglomeração e a formação de unidades mais extensas, dominadas por um poder central cada vez mais forte. 
Elias afirma ainda que a civilização pode ser entendida como uma mudança no controle das paixões e daconduta, a qual “guarda estreita relação com o entrelaçamento e interdependência crescente das pessoas” (p. 54).
Diante desse argumento, torna-se claro que o estudo dos processos de civilização e do controle dos impulsos e das paixões constitui tão somente uma única teoria global que abrange esses dois temas. A separação entre esses temas, por nós efetuada neste texto, possui apenas caráter...
tracking img