Resenha vinho novo em odres novos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (725 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Howard Snyder é PhD em teologia pela Universidade de Notre Dame, foi missionário no Brasil, atuando como deão do seminário Teológico Metodista Livre em São Paulo. Atualmente é professor no AsburyTheological Seminary, EUA. Autor de vários livros sobre eclesiologia.
O autor usa no final do livro uma parábola; A PARÁBOLA DO RIO.
Ela na verdade é uma breve síntese de tudoaquilo que o autor mostrou no decorrer do livro.
Basta ver as situações citadas na parábola:
1- um rio que flui largo, tranqüilo e forte.
2- Uma cidade construídapor causa do rio. Sem ele, com certeza a cidade não existiria.
3- O crescimento da cidade exigiu atitudes próprias do crescimento: prédios, moinhos, canais. Havia prosperidade e saúde4- Surge a idéia da represa: reter todo o potencial do grande rio num só lugar. Seria mais benéfico para a cidade.
5- O rio começou a mudar: enquanto o rio diminuía, o lagocrescia. O fluir do rio já não era constante.
6- A água tornou-se escura e opaca. Porém ninguém percebeu. Afinal de contas, a cidade estava sendo beneficiada.
7- Doenças surgiram,mas ninguém percebeu que eram por causa das mudanças no rio.
8- A água pura continuava fluindo do alto das montanhas. O nível do rio elevou-se atrás da represa.
9- A represanão rompeu. Mas a terra cedeu em um ponto do rio e a água escoava por ali.
10- Os governantes reuniram-se para resolver o que fazer. Descobriram que o rio estava seguindo um novo curso,formando um novo canal.
11- A cidade aprendeu a conviver com a brecha na represa, que se tornara inútil.
12- Um grupo resolveu tomar atitude: construir outra cidade perto do rio,afinal ele ainda era o mesmo rio.
13- Com o tempo, a nova cidade cresceu.
14- E a história recomeça, até chegar o momento em que alguém tem a boa idéia de construir uma represa....
tracking img