Resenha - teoria tradicional x teoria crítica de horkheimer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1940 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1

Resenha: Max Horkheimer – Teoria Tradicional e Teoria Crítica
Pablo Roberto de Oliveira Gomes

Em primeiro lugar, o autor propõe uma abordagem conceitual do que é teoria, que surge a partir da filosofia moderna com René Descartes e outros pensadores modernos. Teoria entende-se por uma síntese constituída de hipóteses, permanentemente confrontadas entre si e com os fatos científicos(experiências), que integram um conjunto de evidências. Estes dois fatores, hipótese e fato, colocados em conflito, alicerçam o conceito de teoria científica. Este método, que é constituído de um saber acumulado, é empregado às ciências naturais tais como a matemática, física ou química, levando-as a generalizações de forma a absorver apenas aspectos universais numa visão macro da vida geral, sem seater a aspectos particulares e sem a formulação de abstrações em torno de conceitos fundamentais. Dado que o método científico é calcado no empírico, não se pode concluir coisa alguma de qualquer tese que não tenha sido submetida ao crivo da experiência.
Teoria é o saber acumulado de tal forma que permita ser este utilizado na caracterização dos fatos tão minuciosamente quanto possível. [...] Osistema universal da ciência aparece aí como a meta da teoria em geral. Não se restringe mais a uma área particular, mas abrange todos os objetos possíveis.
1

A partir disso, o aparelho social também aparece vinculado às ciências naturais, sendo analisado e definido à luz deste método científico da teoria tradicional. Através disso no tocante à divisão social do trabalho, sob o pretexto de que ateoria tradicional trabalha com os fatos em ordens conceituais e que suas leis são como que “matemáticas” e, portanto, sem possibilidade de contestação, garante-se a manutenção e a autopreservação do que já existe enquanto sociedade, onde o dominado aceita a dominação e o dominador retém para si o direito de dominar. O saber vigente é aplicado apenas aos fatos, em um mundo concebido de formatradicional que deve simplesmente ser aceito como tal. Horkheimer procura apontar a fragilidade deste método de
1

HORKHEIMER, M. Teoria tradicional e teoria crítica. In: BENJAMIN, W., HORKHEIMER, M., ADORNO, T. e HABERMAS, J. Textos escolhidos (col. Os Pensadores, Vol. XLVIII). São Paulo, Abril Cultural,1983, pp. 125

2

se analisar a sociedade, afirmando que a vida da sociedade é o resultadoda totalidade do trabalho, de todas as suas diferenças. Deste modo, ainda que a divisão do trabalho não tenha um funcionamento satisfatório para o trabalhador dentro dos moldes da produção capitalista, não pode ser vista como um todo autônomo e independente, mas constituída de particularidades conforme as maneiras como a sociedade se defronta com a natureza e se mantem nas formas dadas,apresentando assim, momentos do processo de produção social, que devem ser levados em consideração. Se assim não for, os

resultados dos fatos analisados pelo método da teoria tradicional cairão pura e simplesmente na ideologia. Para Horkheimer, os homens não são meros resultados da história. Suas qualidades sensoriais estão indissociavelmente vinculadas a todo um processo de vida social. Entretanto, osfatos oriundos aos indivíduos pelos sentidos, são pré-formatados tanto por parte do objeto recebido, quanto por parte do órgão receptor, que não são resultados de processos naturais, mas ensinados e moldados na sociedade, de modo a tornar os homens cada vez mais receptivos, passivos e inautênticos. O saber está sempre vinculado à práxis social, em que o indivíduo aceita as determinaçõespré-estabelecidas e vive apenas para reforçá-las. Denunciando os métodos frágeis e ineficazes da Teoria Tradicional, Horkheimer procura apresentar questões relevantes para a compreensão da sociedade e do indivíduo, levando-se em consideração experiências, habilidades, costumes e tendências, constituindo assim uma teoria mais legítima, que contemplaria o todo em sua diversidade e particularidade, como forma...
tracking img