Resenha rene descartes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1161 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O autor faz uma avaliação de si próprio, ficando divido entre a desconfiança e a presunção. Demonstra fidelidade às palavras e a forma de pensar durante apresentação do método. Em suas reflexões, parece desconfiado, não afirma, porém também não nega. Ao analisar sobre a utilidade do método na busca da verdade, e apurar essa busca a umas ocupações sólidas e importantes, logo recua e acha que podeestar exagerando, acredita que somos enganados pelo juízo que fazemos de nós mesmos e pelas opiniões de amigos.
Estudou em uma escola da Europa, e chegando ao fim dos estudos, viu-se mais ignorante do que antes. Expõe o seu ponto de vista sobre as diversas áreas do conhecimento. A literatura é necessária e benéfica ao espírito é o mesmo que viajar porque através dela conhecemos hábitosdiferentes e aumenta nossa visão do mundo, a matemática facilita as artes e reduz o trabalho, a filosofia ensina a falar com coerência e conquistar a admiração daqueles que são poucos instruídos, a teologia ensina a “ganhar o céu. Quanto à arte de falar, os que sabem ordenar seus pensamentos têm o poder de convencimento. A atração pela matemática, por sua precisão, Descartes se mostra perplexo ao vê lásendo apenas aplicada às artes mecânicas. Sobre à teologia, acredita ser um conhecimento fora do nosso alcance. Devido a várias opiniões e dúvidas que a filosofia proporciona, foi desconsiderada. Por esse motivo, ignora as outras ciências que tomam como base a filosofia. Devido as essas considerações, largou o estudo das letras e passou a viajar, pôde perceber tão diferentes costumes quanto asverdades da filosofia, e com isso aprendeu a não acreditar somente naquilo que lhe foi ensinado, pois isso o afastaria da razão. Aprendendo com “o livro do mundo”, decidiu estudar a si próprio.
Segunda Parte
Na Alemanha, dispunha de todo o seu tempo para os seus pensamentos por não ter outras paixões ou obrigações. Observou, que as construções que eram projetadas por um único arquiteto tinhamais qualidade do que aquelas que haviam sido construídas por varias pessoas. Essas últimas eram irregulares, e pareceriam obras construídas do acaso do que do trabalho de homens racionais. Concluindo esse pensamento, considerou que as leis nem sempre são boas e funcionam quando criadas por uma única pessoa. Encontram-se longe da verdade, e com poucas demonstrações, aquelas ciências que sãocompostas por diferentes pontos de vista. Com essa linha de raciocínio, o único objetivo é reformar seus próprios conceitos e visões por mais trabalhoso que seja, e não incentivar outros a fazerem o mesmo. Isso porquê cada indivíduo tem diferentes opiniões e cada um segue seu método.
Terceira Parte
Para reformar e avaliar suas idéias, assim como na reforma de um prédio, Descartes consideramnecessárias as opiniões “cômodas”, que no exemplo do prédio seriam como uma morada provisória. Serviriam para o conjunto dessas opiniões, àquelas pertencentes aos homens mais sensatos, uma vez que, longe de extremos, são diminuídas as chances de errar.
A segunda máxima consiste em seguir o caminho mais reto quando não se sabe qual seguir. Ou seja, quando não conseguirmos fazer escolhas com certas,deveríamos escolher o caminho com maior chances de ser o correto, usando nossa razão.
A terceira e última máxima: “Devemos estar conscientes daquilo que está ou não ao nosso alcance, e desejar somente aquilo que nos é possível. Só possuímos o total controle sobre nossos pensamentos, e isso seria suficiente para não desejarmos mais nada. Assim voltou a viajar e tornou se um observador do mundo edas situações”.
Quarta Parte
Descartes presumem que os sentidos nos enganam, quer dizer que eles nunca são verdadeiros. Porém, mesmo que tudo for uma ilusão, aceita que, só pelo fato de se pensar que tudo era falso, o pensamento existia. E se existia o pensamento, existia também, o ser pensante. Então se chega a conclusão “Penso, logo existo”.
Considerava se, que corpo e alma estavam...
tracking img